X

Stefani leva virada na semi da Copa Gerdau

Sábado, 21 de março 2015 às 16:51:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em duas partidas duríssimas neste sábado, com mais de duas horas de duração e decididas em três sets, a argentina Julieta Lara Estable e a americana Usue Maitane Arconada credenciaram-se para disputar a final feminina da categoria 18 anos do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, apresentado por Gerdau e Itaú. Cabeças de chave número 1 e 3 do torneio, respectivamente, Julieta e Usue se enfrentam pelo troféu neste domingo, na quadra 1 da Associação Leopoldina Juvenil, logo depois da final masculina dos 18 anos, marcada para começar às 10 horas.



Em duas horas e 15 minutos, Julieta, cabeça 1, protagonizou uma virada emocionante na semifinal contra a brasileira Luisa Stefani, quarta favorita. Depois de perder o primeiro set por 1/6, a argentina virou o jogo a partir do tie-break no segundo set e fechou a partida em 2 a 1, parciais de 1/6, 7/6 (5) e 6/1.

Apesar de ter começado o primeiro set quebrando o saque de Luisa, Julieta teve o seu serviço vencido três vezes pela brasileira – que, com um jogo de meio de quadra e junto à rede quase perfeito, fechou a parcial com um smash no contrapé da argentina. No segundo set, Julieta equilibrou a partida, que teve três quebras para cada lado antes de chegar ao desempate. No game decisivo, a brasileira passou a cometer muitos erros no fundo da quadra, permitindo que a argentina fechasse em 7/5 em um erro não forçado de Luisa. Passando a vibrar mais em quadra, Julieta calou a torcida que incentivava Luisa desde o início – foram três vitórias no game de serviço da brasileira, fechando o terceiro set em 6/1 e garantindo uma vaga na final.
NERVOSISMO NO INÍCIO – "Comecei muito nervosa e muito intimidada pela torcida, não esperava que houvesse tanta gente nas arquibancadas vibrando tanto", confessou Julieta, de 17 anos, após a vitória. "Mas depois que me acostumei à situação consegui entrar no jogo. Como o saque dela (Luisa) não estava muito bom, tentei aproveitar essas chances e acabou dando certo", completou.


"Fico feliz porque fiz uma boa semana e joguei bem em algumas partidas. Ter quatro vitórias em um torneio como esse é muito motivante", disse Luisa Stefani, concordando com a adversária em qual foi seu ponto fraco: "De um modo em geral, eu não saquei bem, e isso fez a diferença na partida."

GIGANTES DEFENSIVAS – Ao final da partida de Julieta e Luisa, na quadra ao lado, o duelo entre a americana Usue Arconada, cabeça de chave número 3, e a australiana Seone Mendez, segunda favorita, recém entrava no terceiro set. Em um duelo de gigantes defensivas, que não davam uma bola sequer por perdida, o jogo chegou a quase três horas até a definição. Com um estilo de jogo parecido, baseado em saques forçados e muitas trocas de bola no fundo da quadra, a pequena espoleta Usue saiu ganhando, permitiu que Seone esboçasse uma reação, mas voltou ao jogo para vencer por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (3) e 6/1.

"Comecei bem, mas fiquei muito ansiosa no segundo set, querendo terminar logo a partida. Obviamente não deu certo", brincou Usue à saída da quadra. "Mas depois recuperei a calma e consegui levar meu jogo melhor”, concluiu.

Campeã do Banana Bowl no último final de semana, em São José dos Campos (SP), Usue, de 16 anos, vai disputar neste domingo seu 1​1º jogo em duas semanas. O que, ela garante, é uma vantagem. "Estou melhorando a cada jogo, é muito bom poder disputar tantas partidas, isso me motiva muito", disse Usue, que, apesar da nacionalidade americana, nasceu em Buenos Aires. "Acho que, de certa maneira, dá para dizer que a final será entre duas jogadoras do mesmo país, né?", brincou a tenista, que mora desde os oito anos nos Estados Unidos, após uma passagem da família por Porto Rico vinda da Argentina. 

 

banner
banner