X

Nadal: 'O tênis sobreviveria sem Federer, eu e Djokovic'

Quarta, 11 de março 2015 às 10:32:26 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Em entrevista ao programa Mats Point do donode sete Grand Slams, Mats Wilander, Rafael Nadal declarou sua perseguição a mais títulos de Grand Slams e falou que o tênis sobreviveria sem ele, Roger Federer e Novak Djokovic, ícones atuais no esporte.



 

"Tenho 14 Grand Slams. É verdade que são os mesmos números de Pete Sampras e gostaria de ter mais que ele. Vou tentar dar o meu melhor para alcançar o 15º", disse o atual terceiro do mundo.

Apesar do desejo, Rafa disse "não pensar muito" nelas e que preocupa mais o "dia a dia e torneio a torneio" porque é o "caminho certo para conseguir recordes": "Tenho vários que significam muito para mim e nunca pensei que chegaria aos 14". 

"Estou num momento de minha carreira onde necessito levar meu tênis e físico ao alto nível para ter oportunidades reais de competir por essas coisas novas".

O espanhol de Manacor também comentou de gerações: "Roger é o que mais Grand Slams tem, eu sou o segundo com Pete e Novak (Djokovic) tem oito. São muitos grandes na mesma ERA e nunca cometemos erros durante muito tempo. Nunca jogadores se enfrentaram tanto em uma mesma geração como eu, Roger e Novak e isso criou um interesse para os fãs. O tênis sobreviverá sem nós, é maior que três jogadores, mas é verdade que sempre há gerações mais populares que levam o esporte a outro nível e isso acontece agora. Talvez tenha ocorrido em outras gerações e poderia ser em outras. O tênis vive um bom momento e ao mesmo tempo os que mandam deveriam analisar o que ocorre para fazer mudanças necessárias. Se não mudar nada, daqui a alguns anos os pontos serão mais curtos. Gosto quando vejo as pessoas se emocionarem com os pontos longos e não com saques diretos".

 

 

banner
banner