X

Melo e Dodig são campeões em Acapulco

Domingo, 01 de março 2015 às 09:34:22 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Marcelo Melo conquistou na madrugada deste domingo seu 14º título nas duplas. Ao lado do croata Ivan Dodig, o brasileiro foi campeão do ATP 500 de Acapulco, no México, ao superar na decisão o polonês Marlusz Fyrstenberg e o mexicano Santiago González por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/2), 5/7 e 10/3.



“Foi muito importante ganhar este título. A gente vinha jogando vários jogos importantes seguidos, como a final de Londres e semifinal na Austrália. Eu fiz semi em Auckland e São Paulo, então havia uma barreira. Conseguimos superá-la e foi bom demais”, destaca Melo, que chegou ao segundo título com o parceiro Dodig (o primeiro foi o Masters 1.000 de Xangai, em 2013). “A gente sabia que vinha jogando muito bem, que uma hora íamos ganhar. O importante foi que sempre mantivemos nosso jogo e estivemos bem preparados, tanto na parte física como no entrosamento de jogo e amizade que uma parceria precisa”, complementa.

Para vencer o torneio em Acapulco, o brasileiro e o croata precisaram controlar o nervosismo após um início de partida irregular. “Começamos acelerados demais, estávamos um pouco nervosos. Queríamos demais o título, então cometemos alguns erros e eles chegaram a ter grande vantagem no primeiro set. Sacaram em 5/4, com 40/0, mas a gente conseguiu reverter. Encontramos nosso ponto de equilíbrio e tivemos calma para começar imprimir nosso estilo de jogo e vencer”, conta.

A atmosfera na quadra central foi outro destaque do brasileiro. Com um mexicano na decisão, o público foi bastante participativo, fato que deixou a conquista de Melo e Dodig inesquecível. “Foi um jogo legal pra caramba. Havia bastante gente vendo o jogo, um clima incrível, de Copa Davis mesmo, por causa do González. Isso tornou o título ainda mais especial”, finaliza.

Após a disputa no México, Marcelo Melo parte para Buenos Aires (ARG). O brasileiro foi um dos convocados pelo capitão João Zwetsch para representar o Brasil no confronto da Copa Davis contra à Argentina, entre 6 e 8 de março.

banner
banner