X

Berdych não esconde decepção e evita polêmicas com Murray

Quinta, 29 de janeiro 2015 às 15:55:03 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional

Tomas Berdych se mostrou muito chateado com a derrota por 3 sets a 1 de virada para o escocês Andy Murray na semifinal do Aberto da Austrália. O número sete do mundo ainda fez questão de rechaçar qualquer possibilidade de ter havido algum desentendimento com o sexto colocado do ranking durante a partida.



"Em primeiro lugar, quero deixar claro que não estou feliz e nem de bom humor. Estou muito desapontado por perder esse jogo. De qualquer forma, foi uma grande partida. Agora eu só preciso voltar mais forte para melhorar ainda mais. Tentei lutar pelas minhas chances, mas não foi o suficiente e estou muito desapontado", afirmou ele.

 

Berdych foi muito questionado sobre um possível clima mais ríspido entre ele e Murray durante o encontro. Os dois vibraram efusivamente a cada ponto importante conquistado. No final do equilibradíssimo primeiro set, vencido pelo tcheco por 7/6 (8/6), ele balbuciou algumas palavras e Murray o olhou com cara feia antes de ir até o árbitro e reclamar, mas Tomas negou que houvesse qualquer tipo de desentedimento.

 

"Não houve nada além do normal, estávamos jogando uma semifinal de Grand Slam, o que mais poderia haver de motivante? Quando fechei o set eu só disse a mim mesmo: 'É isso aí, Tomas'. Eu acho que posso falar comigo mesmo depois de vencer um set, não? Tenho que me preocupar agora com cada palavra que devo dizer? Não vi quando o Andy reclamou com o árbitro. Eu sentei na cadeira extremamente focado, não fiquei olhando para a esquerda ou para a direita. Talvez da próxima vez eu devesse ficar mais calmo, mas hoje eu só fiz minhas coisas. Esse foi um jogo como contra qualquer outro jogador. Não houve nenhum problema entre nós dois hoje na quadra. Foi apenas um grande jogo que no final acabou indo para ele. Bom para ele, ruim para mim. É só isso", sentenciou.

 

banner
banner