X

Melo evita euforia após vaga na semi do Australian Open

Terça, 27 de janeiro 2015 às 15:29:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Marcelo Melo está perto da inédita decisão do Aberto da Austrália. A dupla do brasileiro garantiu vaga na semifinal ao vencer nesta terça-feira os experientes Feliciano López (ESP) e Max Mirnyi (BLR) por 2 sets a 1 com 6/0, 3/6 e 7/6 (7/4).

“Estamos próximos da final, mas prefiro não pensar nisso e manter os pés no chão. Gosto de focar jogo a jogo. O nosso objetivo é vencer cada partida e se chegarmos à final será algo incrível”, resume o brasileiro, que terá a quarta-feira (28) livre e poderá dar sequência à preparação visando ao término do Grand Slam. “Será um dia importante, pois terei uma pausa. Vou treinar, mas é bom dar um respiro, principalmente em relação ao mental”, afirma.

A partida

Melo e Dodig tiveram um início avassalador, com direito a três quebras e pneu, fatos que até assustaram o brasileiro. “Foi incrível o nosso início de jogo. Conseguimos aproveitar todos os pontos e tudo ia fluindo muito bem. Estava até um pouco estranho poder quebrar três saques seguidos de uma dupla que saca muito forte. Fazer 6 a 0 é um resultado atípico em uma dupla como o Max e o López. Isso foi fundamental para mostrarmos que queríamos vencer o jogo”, conta.

Na parcial seguinte, a dupla do brasileiro não aproveitou a chance de quebra e tomou o revés. Já no set decisivo, cada parceria conseguiu uma quebra, porém a oportunidade de vitória ficou com Melo e Dodig, que chegaram a ter um match point, mas não aproveitaram. Com a partida no tie-break, prevaleceu a boa fase do mineiro e do croata, que fecharam em 7/4. Com o resultado, a parceria cabeça de chave número 4 do Aberto da Austrália desafia os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut, que eliminaram seus conterrâneos Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin. “Não tem vida fácil. Teremos mais um jogo duríssimo pela frente. Já jogamos com o Herbert na final de Tóquio e contra o Mahut em outras oportunidades. São jogadores que não estão à toa na semi, eles vêm jogando muito bem. Ganharam de uma dupla que indiscutivelmente é de alto nível. Então, temos que ter tranquilidade, tomar muito cuidado e entrar focado”, completa.

Melo também está nas quartas de final das duplas mistas

Pela segunda vez na edição deste ano do Aberto da Austrália Marcelo Melo teve que encarar uma rodada dupla. Depois de avançar na chave das duplas masculinas, ele formou parceria com a eslovena Katarina Srebotnik nas mistas. Eles derrotaram os donos da casa Daria Gavrilova e Luke Saville por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2. Agora, encaram nas quartas a taiwanesa Su-Wei Hsieh e o uruguaio Pablo Cuevas.

“O jogo das duplas mistas foi mais tranquilo. A Katarina jogou muito bem, ela conhece todos os atalhos das duplas, então facilita. Eu também estava com uma confiança enorme após ter vencido no masculino. Está sendo muito legal fazer esta parceria com ela e espero que cheguemos o mais longe possível no torneio”, complementa.
banner
banner