X

Berdych joga muito, acaba com freguesia contra Nadal e faz semi na Austrália

Terça, 27 de janeiro 2015 às 03:41:37 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Eram 17 vitórias consecutivas, mais de oito anos sem perder, mas eis que nesta terça-feira, Tomas Berdych finalmente colocou seu melhor tênis para finalmente acabar com a freguesia diante de Rafael Nadal, terceiro do mundo, e se garantir nas semifinais do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada, jogado em Melbourne.

Com uma brilhante atuação e um adversário em dia ruim, Berdych marcou 3 sets a 0 com parciais de 6/2 6/0 7/6 (7/5) após 2h13min de duração na quadra Rod Laver.

Foi a primeira vez desde o ATP World Finals de 2011, em Londres, que Nadal levou um pneu - diante de Roger Federer - e apenas a terceira em Grand Slams onde o tenista tomou um 6/0.

O tcheco vence apenas a quarta partida em 22 jogos contra Nadal, a primeira desde outubro de 2006 quando o derrotou no Masters 1000 de Madri, na Espanha. Ele se garante pelo segundo ano seguido nas semis do 1º Grand Slam do ano e espera pelo vencedor de Andy Murray, sexto colocado, e o australiano Nick Kyrgios, 52º.

O tcheco ainda busca seu primeiro título de Major. Sua única final foi em 2010 contra o próprio Nadal sendo vice de Wimbledon.

O jogo

Na primeira etapa já era nítido que Nadal não estava num bom dia. Foi quebrado cedo, teve duas chances onde o rival fechou a porta e Tomas passeou com mais uma quebra e 6/2 em 35 minutos.

O set seguinte foi o pior do espanhol em todo o torneio e em anos. Errando de todos os lados e jogando curto ele foi presa fácil para o tcheco que quebrou três vezes e deu um pneu com 6/0 para a frustração do espanhol que lamentava a cada erro que cometia. Apenas 25 minutos foram necessários para as vitória.

Na terceira etapa a confirmação do serviço deu um pouco mais de confiança de Rafa foi se soltando, jogando mais profundo, com mais winners e dificultando a vida do adversário. Ele mostrou garra, luta, salvou um break-point com ace no oitavo game, teve dois breaks no game seguinte, mas Tomas sacou demais e confirmou. Berdych teve dois match-points no 12º game, mas Nadal serviu bem e Berdych cometeu erros. No tie -break o tenista do leste europeu jogou muito, serviu firme, aplicou winners, abriu 5 a 1, Nadal diminuiu para 5 a 4 ganhando dois pontos no saque dele, mas Tomas aplicou winner na resposta e fechou no saque por 7/6 (7/5).
banner
banner