X

Decepcionado, Federer lamenta: 'Ganhei os pontos errados'

Sexta, 23 de janeiro 2015 às 10:45:16 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Eliminado na terceira rodada do Aberto da Austrália, o suíço Roger Federer concedeu entrevista coletiva após o revés por 6/4 7/6 (7/5) 4/6 7/6 (7/5) diante do italiano Andreas Seppi. Ele lamentou as chances não aproveitadas que teve e se mostrou decepcionado com a surpreendente eliminação.

Leia Mais:
Seppi joga demais e elimina Federer
Seppi: 'Foi o jogo que me mantive mais calmo toda a vida'
Desafio Aberto da Austrália - Ganhe uma Mochila Wilson!
Siga o Tênis News no Twitter!

"É uma derrota decepcionante. Eu queria ter jogado melhor. Foi difícil perder os dois primeiros sets hoje, principalmente o segundo. Eu sabia o quão importante era aquele tie-break e deixei escapar. Tive 4-1 de vantagem naquele momento, não podia ter deixado ele se recuperar. No quarto set também deveria ter vencido. Foi um dia muito ruim para mim hoje, acho que ganhei os pontos errados", analisou o natural da Basileia.

"Meu jogo não fluiu. Foi o backhand? O forehand? O serviço? Um pouco de tudo. Joguei de forma passiva nos momentos em que deveria ter sido agressivo. Eu estava ciente de que teria um grande teste hoje e fui para a quadra preparado, mas de alguma forma não consegui jogar meu melhor tênis. Andreas (Seppi) jogou muito bem", acrescentou.

Federer ainda descartou a hipótese de que o pouco tempo de férias que tirou no final do ano tenha sido responsável pela queda precoce no primeiro Grand Slam do ano.

"Não foi isso. Eu estava feliz com tudo que estava acontecendo. Jogar a final da Davis foi só uma semana a menos de férias, e o que aconteceu lá na França me deixou muito feliz. Depois queria ir para a Índia, queria passar o natal na Suíça, depois fui para Brisbane onde também fui muito feliz. Estava satisfeito com minha preparação e com a forma como vinha treinando e jogando. Estou tranquilo de que agi da forma certa".

O suíço confirmou ainda que nos próximos dias pretende descansar e que seu próximo compromisso será o ATP 500 de Dubai, nos Emirados Árabes, onde defende o título, no final de fevereiro.
banner
banner