X

Aliviada, Sharapova destaca força mental: 'Fiquei contra a parede'

Quarta, 21 de janeiro 2015 às 04:50:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Maria Sharapova, número dois do mundo, passou por um aperto nesta quarta-feira para ir à terceira rodada do Australian Open. A musa teve que salvar dois match-points para vencer a compatriota Alexandra Panova, 150ª colocada da WTA, por 6/1 4/6 7/5 após 2h26min.

"Certamente (é um alívio), depois de ficar a um ponto de ir embora. No fim do dia é sempre bom passar por um desafio desses, o mais positivo da partida. Hoje fiquei contra a parede", disse a tenista que destacou o lado mental nos match-points contra quando a rival sacava em 5/4.

"Meu mental no jogo até o momento dos match-points estava bem negativo. Eu estava pensando muito nos meus erros e fazendo a coisa errada, algo que costumo lidar bem. Naquele ponto, quando se está atrás e cometendo um monte de erros, você não se sente com bom ritmo. Eu só tentei ficar no ponto a ponto, pensar positivo e mudar um pouco o processo. Quando o restante não está funcionando, talvez o mental ajude um pouco e foi o que fiz".

A tenista da Sibéria comentou o que motivou a queda abrupta após dominar o primeiro set: "Liderava depois de um sólido primeiro set, tinha 30 a 0 no saque e daí alguns erros e pronto, ela pensou que estava fora do torneio e de repente 'opa, não é bem assim', daí pegou confiança. Ela teve duas quebras e sacava muito bem, eu pensei então em colocar umas devoluções no primeiro saque dele para tentar entrar na cabeça dela. Foi muito importante, ela ficou mais hesitante naquele game (4/5) e daí subi mental e fisicamente".

Sharapova espera pela eslovaca Anna Schmiedlova ou a cabeça de chave 31, a cazaque Zarina Diyas.
banner
banner