X

Goffin vence e encara Baghdatis em Melbourne. Robredo abandona

Segunda, 19 de janeiro 2015 às 06:14:04 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O belga David Goffin, 22º do ranking da ATP e 20º cabeça de chave do Australian Open, superou o norte-americano Michael Russell, 156º, na estreia em Melbourne e agora encara o cipriota Marco Baghdatis. O espanhol Tommy Robredo, 17º, voltou a sentir uma lesão na coxa e abandonou.

Goffin precisou de 2h52 para fechar o placar em 6/3 6/3 5/7 6/0 tendo convertido 11 aces contra nove do norte-americano, que cometeu 51 erros não forçados contra 49 do belga, que foi agressivo e bateu 54 bolas vencedoras, mais que o dobro das 26 de Russell.

Após bater o jogador mais velho da chave do Australian Open, Russell com 34 anos, Goffin enfrenta o experiente cipriota, Marco Baghdatis, vice-campeão em Melbourne na edição 2006, que precisou de 3h37 para fechar o placar em 6/2 6/7 (5) 3/6 6/4 6/4 contra o russo Teymuraz Gabashvilli.

Em uma partida dura, jogando com apoio da torcida, Baghdatis disparou 29 aces contra sete do russo, que cometeu 69 erros não-forçados contra 49 do cipriota, que bateu 58 bolas vencedoras contra 54 de Gabashvilli.

A segunda rodada em Melbourne será a segunda partida entre Goffin e Baghdatis no circuito profissional. O experiente cipriota venceu o primeiro encontro válido pela chave do ATP de Estocolmo, na Suécia, em 2012.

Por sua vez, o espanhol Tommy Robredo, 17º, ia vencendo e com uma quebra de vantagem o francês Edouard Roger-Vasselin, 119º, em 3/2 no primeiro set, mas precisou desistir da competição após sentir, novamente, a lesão no músculo adutor da coxa direita.

A lesão havia obrigado o espanhol a desistir da chave do ATP 250 de Auckland, na Nova Zelândia, na semana anterior, horas antes da estreia. Robredo era o principal favorito na ocasião. O problema no músculo adutor não é novidade para o catalão de 32 anos, Robredo passou por tratamentos na temporada 2011, até que se viu obrigado a desistir da temporada 2012, passar por uma operação no inicio do ano e voltar apenas em setembro.
banner
banner