X

Del Potro se diz otimista com retorno, apesar de ainda sentir dores

Domingo, 11 de janeiro 2015 às 09:56:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O argentino Juan Martin Del Potro fará seu retorno ao circuito profissional no ATP 250 de Sidney, apesar de admitir ainda sentir dores no punho. Em entrevista coletiva, o atual campeão do torneio comentou que, apesar das dores, seu retorno não será danoso.

“O punho dói um pouco, me incomoda as vezes quando bato o backhand, mas apesar disso estou tentando bater mais fortes pois preciso ter força nos meus golpes se quiser jogar este torneio. Às vezes as dores são fortes, às vezes são fracas,” del Potro comentou.

“Claramente está melhor do que estava há três ou quatro semanas e meu médico disse que jogar em alto nível não vai piorar minha condição, estou muito otimista. Preciso fazer uma série de tratamentos e procedimentos todos os dias, como um longo aquecimento antes dos treinos e das partidas, o que me toma muito tempo.”

“Sem dúvida será um grande desafio jogar este torneio e ver se consigo iniciar a temporada saudável e jogar de forma estável toda a temporada.”

Apesar de todo o otimismo, o argentino não tem aplicado toda sua força em seus golpes durante os treinos e admite que iniciará a temporada em clara desvantagem.

“É muito complicado quando você inicia uma temporada e vê todos os demais jogadores em um ritmo mais forte... Tenho praticado com alguns deles e todos me venceram muito facilmente. Mas eu acredito que é exatamente isso que preciso, passar algum tempo em quadra. Tudo o que quero no momento é voltar às quadras.”

Del Potro disse que após jogar com dores durante 18 meses, ele finalmente concluiu, durante o torneio de Dubai em 2014, que era a hora de submeter-se ao processo cirúrgico. Segundo o tenista, foi uma decisão muito difícil, visto que ele sentia-se muito bem para disputar Grand Slams em um ano em que dois dos quatro torneios foram vencidos por tenistas que nunca haviam conquistado um Grand Slam sequer.

“Foi horrível assistir os torneios pela TV e ver como as chaves de Grand Slam estavam abertas. Sem dúvida foi algo muito bom para o tênis, mas para mim foi triste pois eu me sentia preparado para estar lá lutando por aqueles títulos.”

“Estou muito feliz de estar aqui, é muito excitante voltar a jogar. Estou curtindo cada momento com os demais jogadores e com os fãs. Senti muita falta disso tudo, da tensão de jogar uma partida, a sensação de vencer um torneio, o carinho dos fãs, as amizades do circuito, foram coisas que me fizeram muita falta ao longo deste período.”

A primeira partida do argentido em Sidney será contra o ucraniano Sergiy Stakhovsky, e o vencedor terá pela frente o cabeça de chave Fabio Fognini. O torneio terá início no dia 12 de janeiro.
banner
banner