X

Djokovic abre vantagem e fica perto de fechar ano no topo

Segunda, 03 de novembro 2014 às 09:16:59 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Novak Djokovic abriu confortáveis 1.310 pontos para Roger Federer no ranking da ATP após sua conquista no Masters 1000 de Paris, na França. Corrigindo o que haviamos colocado no domingo, o sérvio necessitará de três vitórias em Londres para garantir o Nº 1 ao fim do ano.

Serão 1.500 pontos em jogo em Londres para o título invicto e ainda há 150 na disputa pela Copa Davis, pontuação que o sérvio terá que descartar do confronto diante da República Tcheca no ano passado.

Sendo assim, Nole na prática teria 1.160 de vantagem com Roger tendo 1.650 na disputa já que enfrenta a França na final da Davis em Lille, na França. O sérvio então para assegurar o número 1 precisaria de três e não duas vitórias durante o ATP World Finals para assegurar o fim de ano como Nº 1, diferente do que havíamos informado em reportagem publicada ontem.

Para Federer é preciso ganhar o título de forma invicta ou então com uma derrota na fase de grupos torcendo para que nesta segunda hipótese Nole ganhe apenas uma partida na fase de grupos e perca as restantes.

Nole tenta finalizar a temporada pela terceira vez na liderança e Federer pela sexta vez.

Entre os oito primeiros, Rafael Nadal, que não joga o Finals, permaneceu em terceiro seguido por Stan Wawrinka, Kei Nishikori que alcançou o top 5 pela primeira vez, Andy Murray que saltou dois e é o sexto, Tomas Berdych e Milos Raonic. Marin Cilic fechou em nono seguido por David Ferrer.
banner
banner