X

Federação asiática faz lobby por Grand Slam no continente

Quarta, 24 de setembro 2014 às 21:25:57 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Presidente da Federação Asiática de Tênis, a ATF, Anil Khanna, fez um lobby para uma espécie de quinto Grand Slam no continente, ao estilo de um Campeonato Mundial da Federação Internacional de Tênis. As declarações foram ao Gulf News, em Dubai, durante encontro.

"A ITF não é uma organização com sucesso financeiro. Agora ela faz algo em torno no máximo de US$ 500 mil por ano e nossos gastos para crescimento caíram significativamente do que eram há dez anos", disse Anil durante o encontro anual da ITF nos Emirados Árabes.

"Basicamente o que a ATF está falando para a ITF é que deve fazer um lucro de US$ 50 milhões, como os Grand Slams que têm um lucro de US$ 100 milhões, para a causa das 201 nações que representa, para ter um desenvolvimento mundial. Isso pode ser gerado por seu evento tipo Grand Slam que poderia ser chamado de ITF World Championship. Mesmo se fizer US$ 50 mi faria todos felizes".

"Esse dinheiro não pertenceria a uma nação e sim às 201, sendo gastos na Ásia, África, América Central, América do Sul. Hoje temos o tênis baseado na Europa com os principais torneios lá e fica mais fácil para os jogadores de lá para terem sucesso".

O presidente criticou que um país com Grand Slam tenha direito à 15 votos, 12 a mais que nações menores nas decisões dos encontros.
banner
banner