X

Rio 2016 ganha importância para espanhóis jogarem a Davis. Ferrer é dúvida

Terça, 16 de setembro 2014 às 12:40:49 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O jornal espanhol Marca publicou uma matéria especial onde explica que a disputa da segunda divisão da Copa Davis em 2015 e um posível acesso em 2016 deverá atrair os grand, s nomes locais para garantir uma vaga nas Olimpíadas do Rio 2016. David Ferrer pode ficar de fora.

As regras para estar apto para entrar na chave dos jogos olímpicos são estipuladas pela Federação Internacional de Tênis (ITF) e determinam que um jogador precisa ter defendido seu país jogando a Davis por pelo menos três vezes, uma delas entre 2015 e 2016, além de estar entre os 52 primeiros do ranking.

No caso da Espanha não há possibilidade de classificar seus 10 melhores tenistas, que estão entre o 2º e o 44º do ranking da ATP, porque cada nação pode levar aos Jogos no máximo quatro tenistas. De acordo com a reportagem do Marca, apenas Marcel Granollers está apto para se classificar para os Jogos Olímpicos 2016, pois já disputou três partidas pela Copa Davis desde que o ciclo olímpico começou ao fim dos Jogos de Londres 2012.

A reportagem do jornal espanhol afirma ainda que a Real Federação Espanhol de Tênis (RFET) tem como principal dificuldade para definição do seu ciclo olímpico a renovação de contrato com o capitão Carlos Moyá. O ex-número um do mundo não aceitou assinar um contrato superior a um ano para "ver como as coisas se encaminhavam".

Confira a lista dos espanhóis por número de confrontos disputados pela Copa Davis neste ciclo olímpico>
- 5 confrontos: Marc López
- 3 confrontos: Marcel Granollers
- 2 confrontos: David Ferrer, Rberto Bautista Agut, Nicolas Almagro, Fernando Verdasco e David Marrero
- 1 confronto: Rafael Nadal, Tommy Robredo, Guillermo Garcia-López, Feliciano López, Pablo Andújar e Albert Ramos

David Ferrer pode não jogar mais a Copa Davis - Há dois anos do Rio 2016, a corrida para "conquistar" uma vaga nos Jogos Olímpicos diminuem as chances do número dois espanhol jogar a Copa Davis.

David Ferrer, sétimo do ranking da ATP, que ficou perto da medalha de bronze em Londres jogando ao lado de Feliciano López, disse em entrevista ao canal brasileiro Sportv dada a ocasião do Rio Open em fevereiro deste ano, que não pensa nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

"Na verdade não. Está muito longe. Pude disputar dois Jogos Olímpicos e é uma experiência incrível. A verdade é que aproveitei muito no último ano em Londres", pontuou Ferrer, de 32 anos, em entrevista à repórter Domitila Becker.

banner
banner