X

É um marco para minha carreira e pro tênis brasileiro, vibra Bellucci

Domingo, 14 de setembro 2014 às 19:58:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira e Fabrizio Gallas - Herói da classificação brasileira ao Grupo MUndial da Copa Davis ao vencer dois pontos decisivos contra a Espanha, Thomaz Bellucci diz que o feito histórico é uma conquista do tênis brasileiro. Ele de disse confiante.

O natural de Tietê entrou na sala de imprensa para o inicio da coletiva com a equipe brasileira aplaudido pelos jornalistas, mas não quis ficar com os louros da conquista: “Acho que é muito mais que uma conquista pessoal minha, é da equipe. Graças a equipe ganhamos, demos tudo. Dos juvenis, fisioterapeutas, médicos todos estão de parabéns. Todos nós somos merecedores", exaltou os companheiros de jornada.

"Mais que um vitória minha, essa é uma vitória do tênis brasileiro. Isso é o legal de estar em uma Copa Davis, vir e representar o tênis, e da maneira que foi, isso é maior do que qualquer coisa que a gente possa ter no nosso esporte. Acho que todo mundo conseguiu mostrar hoje o valor que tem. Agora vamos ver o que vem do Grupo Mundial", afirmou.

Bellucci reconhece que as vitórias são um marco em sua carreira e contou que ficou ansioso e bem nervoso durante a preparação para o encontro: "Desde que a preparação começou tentei mentalizar que eu podia vencer os dois jogos. Mas pra mim era difícil administrar o nervosismo, que foi desde a preparação até os dois primeiros sets do primeiro jogo. Não é fácil segurar a ansiedade de jogar dentro de casa contra uma equipe como a Espanha. Pra mim o mais difícil foi administrar essa ansiedade, depois que eu consegui administrar, deu certo".

O brasileiro ressaltou a diferença que o apoio da torcida fez: "A torcida me incentivou muito, desde o primeiro ponto do primeiro jogo até o último e isso é muito importante. Contar com o apoio da torcida, da equipe e também da minha família”.

"Eu acho que hoje foi uma grande lição que eu dei a mim mesmo: 'que posso administrar isso tudo'”, falou sobre a pressão e ansiedade que as vezes o atrapalha.

Bellucci disse que se manter o nível de tênis apresentado na Copa Davis poderá recuperar seu lugar no ranking. O paulista falou sobre os elogios que recebeu do capitão espanhol Carlos Moyá desde antes do encontro: "O circuito, de certa maneira, me respeita, eu já ganhei de bons jogadores e tive boas vitórias, como o Moya disse, quando eu jogo bem ,sou um jogador perigoso.”
banner
banner