X

Moyá critica calendário e se diz certo que vencerá o Brasil

Terça, 02 de setembro 2014 às 18:33:10 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O ex-número um do mundo, Carlos Moyá, não está tendo uma vida fácil na capitania da pentacampeã da Copa Davis, Espanha. após serem derrotados pela Alemanha na primeira rodada do Grupo Mundial, o time de Moyá vem ao Brasil decidir se fica na elite do torneio.

Com o time desfalcado por suas principais estrelas: Rafael Nadal e Nicolas Almagro lesionados, David Ferrer com complicações de saúde, Tommy Robredo, Feliciano López e Fernando Verdasco que se negaram a jogar alegando cansaço físico; Moyá improvisou, mas segue confiante no favoritismo de sua equipe.

Esta é a minha equipe (Roberto Bautista Agut, Marcel Granollers, David Marrero e Marc López). Eles aceitaram o desafio de defender a Espanha e o farão com todas as garantias. Estamos convencidos de voltaremos com o confronto superado", disse o ex-número um do mundo através do comunicado da RFET (Real Federação Espanhola de Tênis).

“(O time) tem um grande entusiasmo e o nível de comprometimento deste grupo faz qualquer desafio possível", afirmou.

Sabendo que o calendário apertado foi o principal fator que o fez competir este ano sem seus melhores nomes, Moyá critiou o calendário do torneio em conversa com o jornal AS: “Fui tenista. Entendo a posição deles, sempre se joga fora isso pode acontecer.O problema não é a ausência de dois tenistas, e sim de tantos, a falha está na competição, no calendário. Chegou o momento de se falar com a Federação (ITF) e de pleitear uma mudança", disse.

Moyá explica o convite a Roberto Bautista Agut que jogou na derrota para a Alemanha e é um dos novos rostos da Espanha: "É um jogador diferente do que estreou (na Davis). Está mais sólido e completo. Vai com outro status".

"No fim o time que jogará vai com o máximo entusiasmo e estou certo de que darão tudo", resumiu o capitão adversário do Brasil.
banner
banner