X

Teliana confiante. Paula não tem Bencic na Fed Cup

Sexta, 18 de abril 2014 às 17:12:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Teliana Pereira, número 92 do mundo e primeira do Brasil, e Paula Gonçalves (CBT/Correios/Asics/Steck), que treina no Centro Kirmayr, em Serra Negra (SP), se mostraram confiantes para o primeiro dia contra a Suíça nos duelos contra Timea Backsinsky e Belinda Bencic.

A pernambucana Teliana vai abrir pela primeira vez nos últimos dois anos um confronto de Fed Cup. Esta será a quarta partida de simples entre Teliana e Bacsinszky, sendo que a brasileira tem duas vitórias no histórico. O jogo começa às 13h.

"Eu já conheço ela, joguei com ela três vezes, sei como ela joga. Vai ser novidade abrir, estou acostumada a sempre torcer e depois jogar. Mas isso não vai mudar muita coisa. Espero amanhã acordar bem, fazer um bom jogo e dar o meu máximo em quadra", afirma Teliana.

"Eu sei que ela tem uma esquerda muito boa, a direita é um pouco abaixo, ela se movimenta normal, acho que a tática é jogar mais pela direita dela e continuar o trabalho que eu venho fazendo que é jogar agressiva, o mais importante é focar no meu jogo e não no dela", completa a tenista que antes da partida de abertura receberá o prêmio Fed Cup Heart Awards em quadra.

Paula Gonçalves, de Campinas (SP), entrará logo a seguir contra Bencic.

"Estou acostumada a fazer o primeiro jogo, mas jogarei a segunda partida e estarei preparada", disse a tenista de Campinas (SP) que venceu todos os jogos do título do Brasil em fevereiro no Paraguai no Zonal Americano: "Adoro jogar em condições como estas de calor. Estará quente e o saibro é minha melhor superfície."

A tenista comentou sobre seu primeiro jogo contra Bencic, tenista na crescente, número 1 do mundo juvenil e 91 do mundo aos 17 anos: "Isso não mexe muito comigo. Independente de quem viesse, eu estou preparada, estou confiante, vou seguir trabalhando e dar o melhor na quadra. Acho que ela vai sentir bastante pressão justamente por estar como número um do país e jogando fora de casa. A torcida aqui vai estar bem forte para a gente".

O Brasil, capitaneado por Carla Tiene, tem ainda na equipe Laura Pigossi e Gabriela Cé e joga pela primeira vez em 10 anos o playoff de um Grupo Mundial e tenta vaga no Grupo Mundial II para 2015, feito que seria inédito em 23 anos.

O Instituto LOB Tênis Feminino começou como um projeto inicialmente patrocinado por Roger Wright, foi fundado em 2005 e que já apoiou 25 atletas e diversos torneios femininos pelo país. O Institito LOB tem como patrocinadores a Fundação Lemann, o Centro de Treinamento Kirmayr, e conta com o apoio da Movement e a Interep Car Rental. O projeto LIE tem o patrocínio da Ecovias, Jaguar Landrover e Eliane.
banner
banner