X

Rogerinho, Gonçalves e Pigossi atingem as 4ªs nos Jogos Sul-Americanos

Quarta, 12 de março 2014 às 18:41:15 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Paula Gonçalves (CBT/Correios/Asics/Steck), tenista pioneira patrocinada pelo Instituto LOB do Tênis Feminino, desde julho de 2005, venceu, nesta quarta-feira, sua segunda partida e garantiu vaga nas quartas de final dos Jogos Sul-Americanos, em Santiago, no Chile, evento disputado no saibro.

A tenista de 23 anos, atual 300ª no ranking mundial, derrotou a peruana Patrícia Ku Flores por 2 sets a 1 com parciais de 4/6 6/0 6/2: "Comecei não jogando bem, muito negativa em quadra, baixa intensidade. A partir do segundo set passei a trabalhar melhor os pontos, com mais intensidade e sendo mais agressiva e consegui ir bem até o final", comentou a tenista que treina no Centro de Treinamento Kirmayr, em Serra Negra (SP), comandado por Carlos Kirmayr.

Sua rival desta quinta-feira em busca de uma vaga na semifinal será a chilena Daniela Seguel: "Já fomos parceiras de duplas, conheço bem ela. É uma tenista completa, faz de tudo em quadra, mas estou confiante e preparada. Ela joga em casa, com a torcida favor, mas eu gosto de atuar com torcida contra. Será um ótimo jogo", completou a tenista que recentemente foi um dos destaques do Brasil no título do Zonal Americano na Fed Cup, no Paraguai, que trouxe o país de volta aos playoffs do Grupo Mundial II após uma década.

O Instituto LOB Tênis Feminino começou como um projeto inicialmente patrocinado por Richard Wright, foi fundado em 2005 e que já apoiou 25 atletas e diversos torneios femininos pelo país. O Institito LOB tem como patrocinadores a Fundação Lemann, o Centro de Treinamento Kirmayr, e conta com o apoio da Movement e a Interep Car Rental. O projeto LIE tem o patrocínio da Ecovias, Jaguar Landrover e Eliane.

Outra brasileira nas quartas do feminino é Laura Pigossi (Asics/Prince/Top Spin/Correios). A número dois do país e 265ª do mundo também virou, só que diante da argentina Sofia Blanco, por 2/6 6/4 7/5.

"Não consegui jogar tão bem, ela acertou bolas incríveis no início da partida e não errava nada e eu não conseguia aproveitar minhas chances. Comecei a ficar frustrada, meu saque não entrava. Mas consegui segurar a cabeça e muita garra para reverter a situação e passei a sacar bem no fim. O principal hoje foi querer ganhar, isso fez a diferença. Ganhei jogando mal. Me superei", disse a tenista que enfrenta nesta quinta-feira a venezuelana Andrea Gamiz em busca por vaga na semifinal.

"Jogamos algumas vezes, ela é uma ótima tenista e aqui não tem jogo fácil. Preciso entrar jogando o meu melhor possível e mais atenta do que hoje. Preciso ir pra cima dela, fazer as coisas acontecerem", concluiu Pigossi.

No masculino o único nas quartas é Rogério Silva, 145º colocado. Ele derrotou o chileno Guillermo Nuñez por 6/2 6/3 e encara o colombiano Carlos Salamanca. Fabiano de Paula, do Tennis Route, foi derrotado pelo argentino Facundo Bagnis por 6/3 6/4.
banner
banner