X
banner

Federer celebra virada e diz: 'Vou entrar como azarão contra Nadal'

Sábado, 09 de novembro 2013 às 16:56:40 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas, em Londres - Roger Federer, número sete do mundo, comemorou sua vitória de virada, na tarde deste sábado, em duelo emocionante contra Juan Martin Del Potro, quinto colocado, por 4/6 7/6 (7/2) 7/5 em partida onde teve quebras abaixo nos dois últimos sets.

“Provavelmente estava um pouco mais irritado do que pensando no que viria a seguir, é um desses momentos onde lutei. Estava ficando irritado comigo de como eu jogava games ruins, do porque isso estava acontecendo. Tentei fortemente focar para isso não acontecer mais, e consegui,” disse o suíço: “O que me ajudou aqui foi que nas últimas semanas estava tendo altos e baixos, assim como aqui e na partida de hoje pensava que era só uma quebra abaixo. Pensava que teria uma chance de quebrar de volta e isso aconteceu e quando igualava o jogo, atuava de forma mais livre. Tive um ótimo término de jogo, fiquei feliz com essa vitória, muito feliz”.

Federer se garantiu na semifinal para enfrentar Rafael Nadal, primeiro colocado. Com três semanas seguidas na bagagem, o natural da Basileia quer dar o último esforço da temporada. Ele reconhece o cansaço, mas vai pelo último esforço no ano.

“Primeiramente preciso me recuperar física e mentalmente. Estamos no fim de ano, é difícil para todos, talvez um pouco mais pra mim pois joguei muito nas últimas semanas, com a terceira seguida e com partidas duras aqui. Mas vejo uma luz no fim do túnel, são mais no máximo dois jogos, se bater o Rafa amanhã, e o fim de ano.”

Para Federer, a situação no ano onde venceu apenas um torneio contra dez de Nadal e suas três derrotas na temporada para o maior rival, o fazem se colocar como um azarão.

“Tenho que ter o pensamento correto, jogar com menor pressão em relação aos últimos jogos que o enfrentei. Tenho que entrar mais como um azarão por conta das circunstâncias, por conta de meu ano e o seu.”

Ao todo são 31 jogos, 21 vencidos pelo espanhol, mas Roger venceu todos em confrontos de ATP World Finals, dois em Londres: “Nos conhecemos bem, ele vai fazer o que precisa fazer e tentarei realizar o que preciso, espero que seja uma boa partida para mim, caso contrário, ele vai merecer, ele está numa temporada maravilhosa. Tenho mais um grande encontro amanhã e tomara que faça a final. Veremos”.

Momento histórico para a Suíça - Federer fez questão de enaltecer o momento do tênis suíço que terá dois na semifinal deste domingo já que Stanislas Wawrinka encara Novak Djokovic.

“É um momento histórico para a Suíça, não sei se estou mais feliz com nós dois nas semis ou minha vitória, para ser honesto. Estou muito feliz pelo Stan, ele teve um grande ano. Estamos jogando contra os dois melhores do ano, é incrivelmente interessante para a Suíça, para a mídia e o tênis local. Vamos conversar um com o outro para saber mais como um adversário do outro está jogando nesta semana”.
banner
banner