X

'É por esses momentos que trabalhamos tanto', vibra Melo

Terça, 05 de novembro 2013 às 18:21:58 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas, em Londres - Vencer os irmãos Bob e Mike Bryan é sempre especial. Ainda mais em uma estreia de ATP World Finals. Os gêmeos ganharam onze títulos no ano sendo os campeões disparados, mas nesta terça-feira deu Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig.

"Me sinto feliz, treinamos tanto desde pequeno para isso, no meu caso para estar na final de Wimbledon e estar aqui , importante é divertir em quadra, sem muita pressão e partir daí você consegue jogar melhor”, disse Melo vibrando com o triunfo que os coloca com boa chance de vaga na semi do evento londrino.

“Sempre ganhar dos Bryans é uma vitória importante independente de onde for", destacou o mineiro que ainda não quis comparar colocar o triunfo como o mais importante da carreira: "No caso a vitória na semi de Wimbledon para passar pra final do meu torneio predileto ainda ganha, tivemos algumas importantes em Copa Davis também”.

“Essa vitória resume a temporada tão forte que estamos tendo. Mostramos ainda mais isso pois estavamos abaixo no match tie-break e encontramos uma maneira boa de jogar e conseguimos ficar na frente”, destacou Marcelo que comentou qual o segredo para bater a melhor dupla da história, dona de mais de 90 títulos no circuito. Só este ano ele venceu os gêmeos em três oportunidades, uma na Copa Davis com Bruno Soares em fevereiro e outra recentemente na semi em Xangai, na China.

“Não tem muito segredo para ganhar deles e sim acreditar na dupla, confiar no seu parceiro e saber que precisamos fazer um jogo perfeito. Os Bryan são tão vencedores porque trocam de estilo muito fácil e estamos conseguindo eliminar isso mudando nosso jogo também. O importante é acreditar na gente e ir bem nos pontos importantes."

Desde 2000 em Lisboa (Portugal) que o Brasil não ganha um jogo na competição. Na ocasião Gustavo Kuerten levou o troféu. A semana é simbólica pois Melo ascendeu ao top 5 se juntando a Bruno Soares no grupo (3º colocado).

“É legal ajudar a desenvolver o tênis do Brasil, eu e o Bruno estamos fazendo um trabalho bem legal, muita gente está dando muito valor para nós, temos dois top 5 no mundo e qualquer país teria muito orgulho de ter e isso ajuda a divulgar o tênis no Brasil e a dupla. É importante”.

Melo e Dodig encaram os poloneses Marcim Matkowski e Mariusz Fyrstemberg na quinta-feira e duelam contra Aisam Qureshi (PAQ) e Julien Rojer (HOL) no sábado e estão em boa posição por uma vaga na semi. O brazuca não quer deixar a peteca cair: "Para os próximos jogos temos que chegar como se nada tivesse acontecido, continuar no foco e não relaxar, algo que é comum acontecer depois de uma vitória tão importante e pesada como essa. Temos que achar que ainda é o primeiro jogo e manter a pegada”.
banner
banner