X
banner

Nadal dá troco, estreia bem no Finals e fica perto do Nº 1

Terça, 05 de novembro 2013 às 13:49:43 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O líder do ranking mundial, Rafael Nadal, se vingou da eliminação sofrida na semifinal do Masters de Paris, sábado passado, ao bater seu algoz, David Ferrer, 3º do ranking da ATP, na sua estreia pelo Grupo A do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores da temporada.

Foto: Gustavo Werneck / Nittenis

Encontrando muita facilidade, Nadal precisou de 1h14 para fechar o placar em 6/3 6/2. Sacando melhor, Rafa converteu três aces a um e venceu 80% dos pontos com primeiro serviço contra 38% do Ferrer, que errou muito, 33 erros não-forçados e entregou boa parte dos pontos ao compatriota.

Decidido a dar o troco de Paris, Rafa começou bem, devolvendo o saque do compatriota e forçando trocas de bola no fundo de quadra. Diferente de Paris, Nadal tentou não dar oportunidades ao rival de entrar na quadra e definiu seu jogo da linha de base, o que fez o David errar e muito, sendo quebrado já no primeiro game da partida. Na sequência, Nadal foi displicente e Ferrer entrou em quadra para devolver a quebra de saque. No quinto game, Ferrer tomou nova quebra e viu o rival sacar e administrar o placar. Já no nono game, Ferrer seguiu tentando ser agressivo, cometeu novos erros e teve o saque quebrado, pela terceira vez no set.

Firme, Rafa começou sacando firme no segundo set e na sequência seguiu contando com a afobação do rival para conquistar as quebras de saque. Rafael nadal chegou a abrir 5/0 no placar e viu Ferrer ter uma boa reação em seu game de serviço para furar a possibilidade e pneu. No game seguinte, com Rafa sacando para o jogo, David Ferrer buscou variar as jogadas e conquistou a quebra de saque, devolvida na sequência pelo compatriota que fechou o placar da partida.

Nadal, que lidera o Grupo A com uma vitória e nenhum set perdido, encara o suíço Stanislas Wawrinka, vice-líder do grupo, nesta quinta-feira.

Ele precisa vencer apenas este jogo ou o outro do grupo contra Tomas Berdych para garantir o número 1 ao fim do ano. O natural de Manacor pode se tornar o líder caso Novak Djokovic perca para Roger Federer esta noite ou perca uma partida no torneio.
banner
banner