X
banner

Melo se diz deslumbrado, mas preparado para o ATP Finals

Domingo, 03 de novembro 2013 às 17:33:51 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas, em Londres - Tudo é (quase) muito novo para Marcelo Melo. O mineiro já esteve em um ATP World Finals, em Xangai, na China, em 2008, com André Sá, como reserva. Desta vez ele e o croata Ivan Dodig jogam e, apesar de toda comodidade, está preparado para brilhar.

A dupla, formada por acidente no ano passado em Memphis (EUA) por conta de uma lesão de outro parceiro do croata, foi vice-campeã de Wimbledon, semi do US Open e ganhou o Masters 1000 de Xangai onde garantiram o passaporte para o torneio que reúne as oito melhores parcerias do ano, em Londres. Os dois ocupam a terceira posição.

“É bem legal, já tinha ido em 2008 como reserva com o André Sá. A sensação é bem diferente de estar como jogador principal. Eu e o Ivan fizemos uma boa temporada, estamos bem felizes, alcançamos uma meta que havíamos traçado para este ano”, destaca o mineiro que experimentou pela primeira vez o trajeto peculiar de barco do hotel para o local do evento, na O2 Arena.

“É bem diferente, não estamos acostumados a vir de barco para as quadras. É uma ocasião muito especial, um torneio muito especial que às vezes é a oportunidade única, nunca sabemos”, afirma o tenista que promete não se deslumbrar com as regalias do torneio.

“Sabemos que uma parte depende da outra e os dois. Estamos desfrutando, é diferente, toda a estrutura que proporcionam pra gente. Tentamos desfrutar como uma grande recompensa pelo nosso trabalho. Mas tirando isso é importante manter o foco na competição, deixar essa parte de lado pra não vir aqui só para estar aqui.”

A estreia é na terça-feira contra os irmãos Bob e Mike Bryan, dupla campeã do ano e recordista de títulos. As duas duplas se enfrentaram três vezes no ano com duas vitórias dos gêmeos, a última em Paris no sábado. Apesar da dura estreia, Melo destaca saber o caminho para o triunfo.

“Jogamos algumas vezes contra eles. Em todas tivemos chances e nas que aproveitamos, conseguimos vencer. Eles mudam bastante durante os jogos, têm um arsenal muito grande, mas sabemos como enfrentá-los. Agora em Paris tivemos break na frente nos dois sets, foi um excelente jogo com pontos muito disputados, com eles é sempre assim, é preciso aproveitar as chances e ficar ligado para não dar a oportunidade que eles voltam”.

“Jogar no ATP Finals será diferente de Paris ou outro evento, mas estamos bem preparado e vamos encarar bem essa estreia”.
banner
banner