X

Nadal: 'Meu objetivo não é o Nº 1 e sim terminar o ano saudável'

Segunda, 28 de outubro 2013 às 13:55:43 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Rafael Nadal, número 1 do mundo, pode garantir o número 1 ao fim do ano esta semana no Masters 1000 de Paris, na França, se for o campeão ou se fizer boa campanha e Novak Djokovic cair cedo. Mas o espanhol revelou, em coletiva de imprensa, não estar pensando muito nisso.

"Não me sinto exausto como me sentia no passado. Anteriormente chegava aqui me sentindo muito cansado, sem energia para competir bem. Esse ano a situação é diferente, estou relaxado e feliz. Faltam dois torneios e adoraria terminar melhor do que já fiz", disse o tenista que tem a final de 2007 como melhor resultado.

"Mas não é fácil, a superfície não me ajudou no passado, mas venho jogando bem, estou bem de físico e posso ir bem. Nunca fui capaz de jogar bem em Londres. Em 2010 fui muito bem (perdeu na final para Roger Federer), mas no resto fui mal. Quero mudar isso e por isso decidi descansar após Xangai. Três semanas no piso duro e coberto não seria nada bom para os meus joelhos".

Um dos poucos Masters que ainda conquistou, Nadal destacou que Paris não é uma motivação extra: "Todo torneio que vou tenho a mesma motivação. Mesmo que tenha ganho duas, cinco ou nenhuma partida. Tento jogar cada um com a máxima intensidade. Não jogo Paris há uns quatro anos, então fico feliz de retornar, é uma cidade especial pra mim, talvez a melhor, esse é um grande torneio".

Sobre a chance de terminar o ano no topo, Nadal rechaçou que esse seja seu real objetivo de fim de temporada: "Isso não me preocupa. Meu objetivo é terminar o ano saudável. Por um ano inteiro dizia que meu objetivo não era o número 1, mas graças aos bons resultados, estou no topo, mas isso não muda minha motivação. O que me faz feliz é ir pra quadra saudável, o que aconteceu pela maior parte do ano. Tentarei terminar bem aqui e em Londres e se tiver a chance de finalizar 2013 no topo, será legal. Caso contrário, isso não significará que tive uma das melhores temporadas da carreira".
banner
banner