X

Zormann na final no Uruguai. Brasileiros nas finais na Bolívia

Sexta, 25 de outubro 2013 às 00:39:01 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Marcelo Zormann, atleta do Instituto Gaúcho de Tênis (IGT), está na final da competição dos 18 anos do Uruguay Bowl, torneio válido pelo circuito mundial da categoria. O jovem paulista e cabeça de chave número 1 enfrenta o mineiro João Menezes, sexto na lista dos favoritos. A final será nesta sexta-feira (dia 25), no Club Nacional, em Montevidéu.

Na rodada de quinta-feira (dia 24), pelas semifinais, Zormann venceu o argentino Matias Zukas, cabeça número 7, em sets diretos, parciais de 7/6 (0) e 6/3. Menezes ganhou do gaúcho Gabriel Hocevar, cabeça número 5 e também integrante da equipe do IGT, por 6/3 e 7/5. Marcelo vem da conquista de seu primeiro título profissional, no Future de Montes Claros, em Minas Gerais, no sábado passado (dia 19).

Nas duplas, três dos atletas do IGT estão na final. Marcelo Zormann e Rafael Mattos venceram o chileno Sebastian Santibanez e o argentino Matias Zukas por 6/2 e 6/3. Gabriel Hocevar, ao lado de Orlando Luz, passou pela parceria argentina de Flavio Matteoli e Felix Ortega Baudin por duplo 6/1.

LUIZA E CEOLIN VENCEM 14 ANOS – Luiza Braghini e João Ceolin, atletas do IGT, são semifinalistas na competição dos 14 anos do Uruguay Bowl, disputada no Cantegril Country Club, em Punta Del Leste. Nesta sexta-feira (dia 25), Luiza, sexta na lista das favoritas, enfrenta a argentina Andrea Farulla. João pega Santiago Franze, também da Argentina.

Na rodada de quinta-feira (dia 24), Luiza eliminou a cabeça de chave número 3, a paraguaia Erika Froch Gauto, por 6/2 e 6/4. João, por sua vez, passou pelo argentino Tobias Sonne por duplo 6/3.

Nas duplas, Luiza Braghini disputa o título dos 14 anos ao lado da argentina Lourdes Carle. As duas enfrentam nesta sexta-feira a parceria argentina de Ana Geller e Nicole Dufour.

Em Montevidéu, o time do IGT é acompanhado pelo técnico Luiz Peniza. Em Punta Del Este, o técnico é Eduardo Frick.

Dois atletas da equipe Tennis Route, do Rio de Janeiro, alcançaram as finais do torneio Cosat de Cochabamba (Bolívia), evento que vale pontos para o ranking do sul-americano.

No masculino, Christian Oliveira se garantiu ao vencer por um duplo 6/1 o tenista Sebastian Castro, cabeça 5 e lutará por vaga na decisão contra Diego Pierola Lara. No feminino, Beatriz Leal, principal favorita, derrotou Catalina Velasquez por um duplo 6/4 e enfrentará a peruana Laura Montalvo, cabeça 2.

A Tennis Route, que nasceu da união entre o treinador Walter "Gringo" Preidkman e o executivo Rogério Melzi, tem a coordenação técnica de Eduardo Duda Matos. O time é patrocinado pelas empresas Estácio e Unimed, possui cerca de 20 atletas, entre eles os profissionais Fabiano de Paula e Marcelo Demoliner, contando com treinadores assistentes, rebatedores, preparador físico, e fisioterapeuta, além de suporte nas áreas de medicina esportiva, psicologia, e nutrição. A infraestrutura segue recebendo investimentos em melhorias com o objetivo de tornar o ambiente cada vez mais propício ao desenvolvimento do esporte. E, falando em ambiente, o clima entre os atletas, membros da equipe, patrocinadores, e apoiadores, segue como um dos pontos fortes desse projeto que cada vez mais ocupa seu espaço no tênis brasileiro.
banner
banner