X

WTA de Florianópolis busca patrocinador para trazer Serena Williams

Quinta, 24 de outubro 2013 às 08:00:00 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas - Para o fim de fevereiro de 2014 acontece a segunda edição do WTA de Florianópolis, torneio de primeira linha do circuito feminino, e existe a chance de o evento ter a presença de Serena Williams. Por enquanto falta o patrocinador.

Tênis feminino mudará pontuação e dará maior destaque para campeãs de Slams

Quem diz é o diretor do torneio, Rafael Westrupp, que não quis revelar o valor que Serena está pedindo pelo tradicional cachê, só afirmou que o que ela pede é inferior ao que Rafael Nadal pede para jogar os eventos por aqui (para se ter uma ideia, Nadal pediu 500 mil euros para jogar o torneio na Basileia que não compareceu).

"Quem se animou para jogar em Floripa foi Serena Williams em conversa com a irmã Venus que queria trazer ela para 2014. Serena se mostrou com muita vontade de vir aqui, o que falta é o patrocínio, a grana para pagar o que ela pede, algo que estamos buscando", destaca Westrupp lembrando que a semana do WTA de Floripa é a anterior a Indian Wells, torneio que as irmãs Williams não jogam por um problema com o público na década passada.

A competição, que será jogada na Federação Catarinense de Tênis em quadras rápidas, tem um aporte total de R$ 3,5 milhões para ser realizada fora os custos que as grandes tenistas pedem. Caso Serena não venha, Westrupp destaca que é grande a chance do evento ter uma top 20.

Rafael só revelou os nomes das tenistas que já descartaram a possibilidade de vir jogar em Santa Catarina. Para os homens de plantão a notícia é ruim com a negativa de Ana Ivanovic e Caroline Wozniacki, além de Samantha Stosur: "Ivanovic foi a primeira a dizer não, ela agradeceu, mas tinha outro compromisso na semana do evento. Wozniacki e Stosur responderam de forma negativa também".

"A chance de termos uma top 20 é grande, estamos negociando. Falamos com praticamente todas do grupo, só não encontramos Maria Sharapova que não estava quando fomos ao US Open para reuniões," diz Westrupp que vem buscando trabalhar um cachê de bônus com as tenistas. Quem fizer semi ou final, ganha mais.

Os convites de tenistas brasileiras para Floripa só sairão dias antes da competição e a explicação está em uma regra da WTA. Qualquer top 10 que deseje jogar o evento, mesmo que seja na véspera, teria um wild-card garantido pela entidade.

As novidades do torneio para 2014 é a premiação padrão que aumentará para US$ 250 mil e a arquibancada que será ampliada. A ideia é não elevar os preços dos ingressos que variaram de R$ 9 até R$ 60 ao longo do evento de 2013.

O WTA catarinense virá logo a seguir do WTA do Rio de Janeiro que estreia no calendário e será no saibro.
banner
banner