X

Melo entra no top 8 e Brasil repete façanha após 30 anos

Segunda, 14 de outubro 2013 às 07:58:19 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O Brasil segue fazendo história nas duplas. Após a conquista do Masters 1000 de Xangai, na China, ao lado do croata Ivan Dodig, 12º título da carreira de Marcelo Melo, o mineiro subiu três posições e foi ao oitavo lugar do ranking, primeira vez dentro do top 10.

Veja os recordistas de ranking no Brasil!
Veja o ranking do ano e briga por Londres

Com Bruno Soares mantendo a terceira posição, o país faz história voltando a ter dois tenistas no top 10 desde setembro de 1983 quando Cássio Motta e Carlos Kirmayr estiveram por lá a partir de 19 de setembro. A façanha naquele ano durou cerca de um mês.

Motta tem o quarto como melhor ranking e Kirmayr o sexto. Os dois disputaram o ATP Finals daquele ano e o Brasil está bem pertinho de voltar a ter dois tenistas na competição que fecha o ano, pela primeira vez em duplas diferentes. Melo e Dodig saltaram aos 3775 pontos para o terceiro lugar, logo atrás de Soares e o austríacos Alexander Peya. A vantagem de Melo e Dodig para a dupla nona colocada, primeira fora da zona de classificação, é de 1.305 pontos com ainda 1750 na disputa. A vaga pode vir já na próxima segunda-feira caso conquistem o ATP 250 de Estocolmo, na Suécia ou duplas concorrentes não alcancem um bom resultado.

Melo não está muito longe de conseguir outra façanha, ser um top 5. Ele está a 345 pontos atrás do quinto colocado, o indiano Rohan Bopanna. Todavia esta semana ele defende o título de Estocolmo conquistado ao lado de Bruno Soares na última temporada.

André Sá se manteve na 68ª colocação do ranking e é seguido por Thomaz Bellucci em 75º e Marcelo Demoliner que saltou seis e é o 82º. João Souza, o Feijão, subiu nove e é o 106º.
banner
banner