X

Impecável, Del Potro bate Nadal, vai à final e se garante em Londres

Sábado, 12 de outubro 2013 às 11:12:09 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O argentino Juan Martin Del Potro, número cinco do mundo, teve uma atuação primorosa na manhã deste sábado e superou o poderoso Rafael Nadal, número 1 do ranking, para garantir vaga na final do Masters 1000 de Xangai, na China, evento jogado sobre o piso rápido.

Leia Mais:
Derrotar o Nº 1 é sempre especial, vibra Delpo
Djokovic vence Tsonga e alcança, em Xangai, sua 60ª final
Desafio ATP Finals - Vale uma Raquete do Nadal!
Siga o Tênis News no Twitter!

Delpo, sexto favorito ao título, precisoude 1h45min para superar o espanhol por 2 sets a 0 com parciais de 6/2 6/4.

Esta foi apenas a quinta derrota em 73 jogos de Rafa no ano e a segunda vez que ele não alcança a final de um torneio. Em 15 eventos foram 13 finais, dez títulos - em Wimbledon ele parou na primeira rodada diante do belga Steve Darcis.

Delpo supera o espanhol pela quarta vez em doze partidas e dá o troco da derrota de virada na final do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos.

Neste domingo, às 5h30, Delpo lutará pelo primeiro título de Masters contra o atual campeão do torneio, Novak Djokovic, segundo do ranking, que superou Jo Tsonga por 6/2 7/5.

São 12 jogos entre os dois e nove vitórias do sérvio que o derrotou em uma incrível batalha de cinco sets na semi de Wimbledon este ano.

Djokovic buscará seu 15º Masters e Delpo jogará sua terceira final deste tipo de evento.

No ATP Finals - Com o resultado, o argentino se torna o quarto garantido no ATP World Finals, evento que reúne os oito melhores do mundo. Ele se junta a Nadal, Djokovic e David Ferrer. Lembrando que Andy Murray não jogará a competição por uma lesão nas costas.

O jogo

Um primeiro set impecável do argentino. Com a direita firme, funda e forte, a esquerda bem consistente e potente ele balançou o espanhol, saiu quebrando, abriu 4/0 e salvou duas chances de quebra do espanhol para fechar por 6/2 em 45 minutos. Nadal lutou para fazer seus dois games, vibrou, mas não acompanhou o ritmo do rival.

Na segunda etapa, Nadal teve um 15/40 logo de cara, mas Delpo sacou e jogou demais no fundo. O argentino conseguiu a quebra e fez 3/1 salvando mais chances do rival e foi conduzindo em games parelhos e bem disputados até liquidar com o saque e vibrar muito.

Ao todo, Delpo salvou seis breaks e aproveitou três de onze chances para superar o espanhol.
banner
banner