X

Nadal vê abandono de Berdych e volta ao Nº 1 do ranking

Sábado, 05 de outubro 2013 às 02:34:28 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Um pouco decepcionante para o que se esperava seru m grande jogo e um grande acontecimento. Na madrugada deste sábado, Rafael Nadal se classificou à final do ATP 500 de Pequim, na China, ao vencer Tomas Berdych, quinto colocado, por desistência. Foto: AP

Nadal vencia o tcheco quarto favorito por 4/2 e tinha um 15/40 com dois breaks em 37 minutos quando o rival optou por abandonar com um problema físico.

Com o resultado, Nadal garantiu os 300 pontoa necessários para desbancar Novak Djokovic e se garantir como o número 1 do mundo na próxima segunda-feira no ranking.

O espanhol retornará ao topo pela primeira vez desde julho de 2011. No segundo semestre de 2012 ele parou com uma lesão no joelho esquerdo, ficou de fora do US Open e Australian Open retornando sete meses depois em fevereiro e até aqui soma 13 finais em 14 torneios podendo faturar seu 11º título.

Nadal terá sua 103ª semana no topo e evita que o sérvio empate na liderança pelo menos até o fim do mês visto que Nole defenderá o troféu na próxima semana no Masters 1000 de Xangai, na China.

Esta será a terceira vez que Nadal assumirá o topo. Ele ficou 46 semanas pela primeira vez a partir de agosto de 2008 e depois outras 56 a partir de junho de 2010. O reinado de Djokovic foi iniciado em julho de 2011 e durou 45 semanas seguidas.

Neste domingo, Rafa lutará pelo 61º título na carreira e para igualar seu recorde de conquistas em um ano (em 2005 ganhou onze torneios) diante de Novak Djokovic que passou por Richard Gasquet, décimo, por 6/4 6/2. Ele ganhou em Pequim há oito anos e tentará a 23ª vitória neste que será o 38º encontro diante de Nole.

No ano, Rafa soma 64 vitórias em 67 jogos e agora 26 vitórias seguidas no piso duro. São 21 triunfos consecutivos.

O jogo

Nadal largou quebrando com erro de esquerda do tcheco. Forçando bem a devolução ele viu erros de Nadal e virou para 2/1. Todavia Nadal abriu 4/2 e viu Tomas pedir atendimeto para um problema nas costas. O tenista do leste europeu foi ao vestiário, voltou, jogou mais três pontos, mas sem se movimentar adequadamente desistiu colocando um tanto de frustração para quem esperava alguma emoção no retorno ao topo do espanhol. Esta foi a 16ª vitória em 19 jogos de Nadal contra Tomas, a 15ª seguida.
banner
banner