X

Nadal vibra com virada e diz que chance do Nº 1 não cria pressão

Sexta, 04 de outubro 2013 às 06:58:55 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Após a suada vitória sobre Fabio Fognini, 18º, por 2/6 6/4 6/1 saindo de 1/4 no segundo set, Rafael Nadal revelou que a grande chance de ser número 1 não vem criando pressão nele esta semana. Ele agora só precisa vencer Tomas Berdych para ratificar a colocação.

Leia Mais:
Nadal sai das cordas, vira duelo perdido e fica a uma vitória do Nº 1

"É algo que não me cria mais pressão. É algo que já aconteceu no passafo e se acontecer de novo será bom, especial, vamos ver", disse Rafa após o triunfo complicado na madrugada desta sexta-feira em duelo que durou 2h15min.

A chance bate na porta no jogo deste sábado contra Tomas Berdych, sexto, seu freguês onde o derrotou em 15 dos 18 jogos e não perde desde 2006: "Terei um oponente muito duro, mas no fim das contas é outro jogo. Pode ser mais especial pelas circunstâncias, mas não mais. É a semi de um grande torneio e buscarei estar competitivo, tentando jogar o meu melhor. Ainda não é o momento de pensar no número 1 e sim no Berdych".

Sobre a vitória contra Fognini, Nadal lembrou o momento difícik onde esteve perto de ficar 5/1 abaixo no segundo set: "Seeu tomasse a segunda quebra estaria morto. Uma quebra atrás você está lá, com nervos e pressão. Você tenta colocar a bola dentro, jogar um pouco mais. Converter a chance é outra história".

"Depois que quebrei no segundo set joguei melhor. Seu nível de jogo estava muito alto em quase todo o jogo. Quando se joga contra alguém assim se tenta levá-lo ao limite e tenta ir muito bem e foi isso que não fiz por um set e meio".
banner
banner