X

ITF pode mudar regra anti-doping após caso Troicki

Quarta, 02 de outubro 2013 às 18:23:53 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
A Federação Internacional de Tênis estuda mudar uma de suas regras anti-doping após o caso Viktor Troicki. O tenista se recusou a realizar um exame de sangue em Monte Carlo alegando não estar se sentindo be, e se disse inseguro sobre suas responsabilidades pelas regras.

Troicki recebeu uma punição de 18 meses, até janeiro de 2015, o qual vem recorrendo no CAS (Cortê Arbitral do Esporte) quando decidiu não fazer o exame alegando estar doente. Ele realizou o teste de urina e afirmou que a responsável pelo exame no local havia deixado ele realizar o teste de sangue no dia seguinte, mas a mesma afirmou ter sido o caso e a ITF concordou com ela punindo o atleta.

"As regras do anti-doping no tênis podem ser mudadas para 2014 quando um jogador se recusa a fazer um exame, como fez o Sr. Troicki, o responsável pelo exame deve dar a oportunidade ao jogador para falar com o supervisor ou árbitro geral para confirmar as responsabilidades do tenista diante do programa", disse à ESPN o coordenador do anti-doping da ITF, Stuart Miller.

"É justo dizer que o caso Troicki levou à tona a questão. Dado que isso só aconteceu em 2013, estamos buscando achar uma solução bem rápida ao problema".

Em entrevista na terça-feira, Troicki afirmou que Novak Djokovic assinou uma petição pedindo por novas regras no sistema anti-doping.

"Os jogadores demandam que o supervisor do torneio ou o membro da ATP seja obrigatoriamente chamado pelo controle anti-doping caso haja problemas. Ninguém deve deixar a sala sem realizar exames se eles não tiverem sido chamados", ,destacou Troicki na entrevista: "Os jogadores estão preocupados pelo que aconteceu comigo poderia ter ocorrido com qualquer um deles".

Troicki disse ter recebido o apoio de seus colegas da Sérvia. Ele esteve com o time na Copa Davis na semi em Belgrado no mês passado, mas sua entrada não foi permitida no estádio.

"Sei que eles me querem de volta ao time e amo jogar com eles, são grandes pessoas primeiro e depois grandes jogadores. Quando o Janko (Tipsarevic) dedicou a vitória a mim e Novak (Djokovic) pegou o microfone e pediu o coro de 'Viktor!' eu caí em lágrimas como nunca havia acontecido em minha vida".

"Estou lutando pela verdade e vou o mais longe que pueder, estou confiante. Lendo os jornais e o tribunal anterior em Londres, não entendo o motivo de minha suspensão, especialmente tão duro desta maneira. Não fiz nada errado, somente segui as instruções da pessoa do anti-doping. Coloco minhas esperanças nos juízes que irão decidir o caso em Lausanne".
banner
banner