X

Djokovic elogia Nadal e reconhece ser difícil manter Nº 1

Segunda, 09 de setembro 2013 às 23:19:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
A derrota na final do US Open não vai tirar o sérvio Novak Djokovic do topo do ranking até outubro, mas deixará Rafael Nadal bem pertinho do feito e bem próximo de terminar o ano na liderança já que não defende nada até o fim da temporada e o sérvio tem muito a descontar.

Nole permanecerá com 10980 pontos e Nadal colará com 10860 com os dois mil conquistados no evento – Djokovic defendeu 1200 da final de 2012 -, mas o sérvio precisa descartar 1500 do título do ATP World Finals, 1000 de Xangai e outros 500 de Pequim até o fim do ano enquanto que Nadal disputará as mesmas competições e tentará mais 1 mil no Masters 1000 de Paris na luta para ser o número 1. Em 2013 nos pontos do ano, Rafa soma 11010 contra 7970 do sérvio.

“Nadal ganhou tanto no ano, Ainda sou o número 1, mas no ano ele está bem a frente e tem muito mais chances de terminar na liderança. Ainda há torneios na disputa, veremos, agora preciso me preparar para a China”, disse o sérvio em entrevista coletiva.

Nole ainda elogiou Nadal ao ser questionado pela conquista do 13º Slam do espanhol com 27 anos de idade: “Bem,13 Grand Slams para um cara com 27 anos é incrível. É algo que todos devem respeitar. Ele definitivamente é um dos maiores que já atuaram no esporte, olhando sua idade e o que atingiu. E ele ainda tem vários anos por jogar”.
banner
banner