X

Wawrinka vibra com virada e promete muita luta contra Nadal

Segunda, 03 de junho 2013 às 18:37:24 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Stanislas Wawrinka, número dez do ranking, era só alegria após sua virada heróica em 4h16min contra Richard Gasquet, nono colocado, para garantir vaga nas quartas de final de Roland Garros. Ele saiu atrás, mas marcou 6/7 (7/4) 4/6 6/4 7/5 8/6 em batalha. Foto: AP

"Este jogo foi incrível, com uma público de sonho que me fez acreditar estar na Copa Davis. Foi uma incrível emoção", disse Wawrinka que não se abateu por sair com dois sets abaixo: "Desde o início via o meu jogo com nívél muito alto, me sentia e estava certo de que eu estava no caminho certo".

"Gasquet jogou uma grande partida, com bolas sensacionais. Ele realmente melhorou muito desde o ano passado. Hoje precisei mudar de tática, ser mais inteligente pois no começo ele estava melhor. Comecei a colocar mais pressão sobre ele, empurrando-o para trabalhar cada ponto. Também tive um pouco de sorte, porque quando você leva dois sets contra é preciso de um pouco de sorte para virar".

Stan comentou desta vitória, da parte física e sua confiança crescente na temporada onde ganhou um título no saibro, em Oeiras, Portugal, e fez final em Madri. Para ele, o divisor de águas foi no Australian Open na derrota para Novak Djokovic com 16/14 no quinto set em batalha de cinco horas.

"Este jogo contra Djokovic me deu a confiança e me mostrou que estava no caminho para vencer, me mostrou que poderia competir contra os melhores. Hoje aproveitei minha chance, fui para a vitória. Tomei riscos nos últimos dois sets."

Seu próximo desafio talvez seja o maior de todos. Vencer Rafael Nadal, o Rei do Saibro, dono de sete títulos em Roland Garros com apenas uma derrota, em 2009 para Robin Soderling, e que nunca perdeu de Wawrinka em nove encontros.

"O que mais me inspira é ver as estatísticas de Rafa em Roland Garros e da dificuldade que é este jogo. Mas eu vou dar tudo. Eu sei que vai ser muito difícil, mas preciso tentar alternativas", afirmou Stan que não quis revelar quais formas buscará para anular o espanhol: "Eu tenho um dia de folga para me preparar, mas, hoje só quero aproveitar minha vitória. Mesmo sabendo que Rafa está esperando por mim, ainda tenho tempo para pensar no duelo contra ele".
banner
banner