X

Murray diz que emoção não pode definir referendo para independência da Escócia

Sexta, 26 de abril 2013 às 11:28:52 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Andy Murray, terceiro na ATP, é escocês e um dos principais expoentes do país. Em virtude disto, o jornal local Daily Record perguntou a opinião de Andy, que defende a bandeira do Reino Unido e vive em Londres, sobre o referendo que discute a independência da Escócia.

Foto: André Vale

"Você tem que eleger o que é melhor para o país, e assim, definir sua opinião", respondeu Murray. "Quero ler mais sobre o assunto. Não acredito que você possa avaliar a situação baseado na emoção, mas no que é melhor economicamente para a Escócia. Você não pode tomar uma decisão precipitada e, em seguida, ver o país decair. Tenho orgulho de ser escocês, mas também tenho orgulho de ser britânico. Não penso que há uma contradição nisso" - afirmou.
banner
banner