X

Bia Maia fica com o vice de duplas no Banana Bowl

Sábado, 16 de março 2013 às 01:07:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O 43º Banana Bowl teve nesta sexta-feira a definição das duplas campeãs e das finalistas na chave feminina da categoria 18 anos no Itamirim Clube de Campo, em Itajaí, que teve partidas em quadras cobertas devido à chuva que atrapalhou a programação durante todo o dia na cidade catarinense.

Na final de duplas as brasileiras Beatriz Haddad Maia e Ingrid Gamarra Martins ficaram com o vice-campeonato após perderem uma disputa equilibrada com a parceria formada pela colombiana Laura Ucros e a argentina Constanza Vega por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 10-7.

"É um título muito importante, ganhar um torneio tanto em simples como em duplas é ótimo, ainda mais aqui no Brasil que é um país que gosto muito. É muito bom jogar aqui, na minha opinião os torneios do Brasil, Banana e Gerdau, são os melhores da Gira", afirmou a argentina Constanza Vega.

"Estou muito feliz de estar aqui no Brasil, me sinto em casa. É muito especial e estouorgulhosa de poder ganhar aqui o Banana Bowl. É um orgulho e uma felicidade muito grandes", completou Laura Ucros.

Mesmo sem o título, Bia e Ingrid saíram satisfeitas após voltarem a colocar uma dupla formada por duas brasileiras na final do Banana Bowl pela primeira vez desde 1997 e esperam buscar na Copa Gerdau o título que escapou em Itajaí.

"A gente está muito feliz pela final. O jogo foi muito legal, a torcida estava com a gente, a energia estava muito boa. O bacana é que a gente sabia que seria um jogo duro, mas mantivemos um padrão bom o jogo inteiro. Uma tinha que ganhar, mérito delas", afirmou Beatriz Haddad Maia.

Na final masculina de duplas o título ficou com uma dupla norte-americana, formada por Spencer Papa, campeão de simples no ano passado, e Stefan Kozlov, considerado uma das grandes promessas do tênis nos Estados Unidos.

Kozlov e Papa venceram a parceria formada pelo argentino Pedro Cachin e o francês Quentin Halys por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 10-7.

Final feminina definida e semifinais masculinas adiadas

A italiana Alice Matteucci e a norte-americana Louisa Chirico decidem neste sábado o título do 43º Banana Bowl em um duelo inédito no circuito ITF Juniors.

Alice Matteucci venceu nesta sexta-feira a semifinal contra a argentina Constanza Vega com parciais de 6/4 e 6/1 para tentar ser a primeira tenista italiana a vencer a chave de simples na categoria 18 anos do Banana Bowl nos 43 anos de história do torneio.

"Gostei muito daqui, é minha primeira vez no Brasil e está sendo muito bom. O país e as pessoas são muito amistosas e o torneio eu gostei muito. Joguei uma partida muito boa, pois minha adversária era boa, eu havia perdido para ela na semana passada com 7/6 no terceiro set da semifinal, então estou muito feliz", afirmou Matteucci logo após sair de quadra.

Louisa Chirico disputa pela segunda vez o Banana Bowl e conquistou a classificação para a final ao vencer a compatriota Nicole Frenkel com parciais de 6/2 e 6/1. Ela tenta ser a sexta tenista a vencer a chave feminina de 18 anos do Banana Bowl. A última norte-americana a levar o título foi Beatrice Capra, em 2010.

"Eu joguei uma boa partida hoje, estou bastante empolgada para a final amanhã. É a minha primeira final da ITF . Será a primeira vez que eu jogo com ela (Matteucci), vou jogar meu jogo e ver o que acontece", afirmou Chirico, que é de Nova York faz parte de uma geração de tenistas de saibro dos Estados Unidos. “Eu adoro o saibro daqui”, afirma a finalista.

A chuva que prejudicou a programação do Banana Bowl neste fim de semana em Itajaí acabou adiando as semifinais de duplas, que acontecem neste sábado, a partir das 11h, com o italiano Gianluigi Quinzi e o francês Maxime Hamou se enfrentando na quadra 3, enquanto o francês Johan Sebastien Tatlot enfrenta o peruano Juan Pablo Varillas na quadra 2, lembrando que as quadras podem ser alteradas em caso de chuva. A final masculina será às 15h.
banner
banner