X

Federer desperdiça 3 match-points e cai na semi para Berdych

Sexta, 01 de março 2013 às 14:47:36 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Roger Federer, número dois do mundo e dono de 17 Grand Slams, desperdiçou três match-points e foi derrotado, na tarde desta sexta-feira, na semifinal do ATP 500 de Dubai, nos Emirados Árabes, competição sobre o piso rápido e pelo qual era o atual campeão.

O suíço de 31 anos caiu diante do tcheco Tomas Berdych, sexto do mundo e quatro anos mais jovem, por 2 sets a 1 com parciais de 3/6 7/6 (10/8) 6/4 após 2h19min.

No primeiro set um nível técnico um pouco abaixo com erros dos dois lados. Federer contorlou melhor o saque, quebrou Berdych no oitavo game liquidando por 6/3 em 38 minutos.

Na segunda etapa um game ruim do suíço deu a quebra pro tcheco fazer 5/3. Mas Berdych permitiu o empate após ótimos games de Federer. Então a disputa ficou acirrada e dramática. No 12º game, Berdych teve um set-point e Federer cometeu erro. O juiz não deu, o tcheco continuou e errou, reclamando com o juiz que deu o ponto ao suíço e não o permitiu desafiar a marcação. O set foi ao tie-break, Federer abriu 2 a 0, viu Tomas virar para 4 a 2, empatou e teve 6 a 4, duas chances, uma com o saque e outra na devolução. Tomou um potente serviço e na anterior cometeu erro. Ele salvou mais um set-point e perdeu outro match-point e Berdych foi mais valente, aplicou winner de direita na devolução e fechou por 7/6 (10/8).

Na etapa final equilíbrio apenas no início. Berdych foi pra cinma, conseguiu a quebra com erro de Federer e marcou 4/2 diante de um cabisbaixo natural da Basileia. Ele foi comandando, salvou um 0/30 no oitavo game, teve um match-point salvo pelo saque de Roger e definiu com o saque e novo erro de Federer por 6/4 para celebrar com efusividade.

Federer segue como único tenista do top 5 sem títulos na temporada e sem finais. Ele foi derrotado na semi do Australian Open e nas quartas do ATP 500 de Roterdã, na Holanda.

Roger também perde a segunda seguida para Berdych que o havia batido no US Open do ano passado nas quartas de final. Ao todo são 17 jogos entre os dois com vantagem de 11 a 6 para Federer.

O tenista de Valasske Mezerici lutará por seu nono título na carreira, mas pega o algoz e número 1 do mundo Novak Djokovic - que fez 6/3 7/6 (7/4) sobre Juan Del Potro, sétimo.

São 14 jogos entre eles e 13 vitórias do natural de Belgrado que venceu a última na semi do Australian Open em quatro sets em janeiro.
banner
banner