X

Roddick derrota Gonzalez e fará 3ª final em Cincinnati

Sábado, 19 de agosto 2006 às 21:35:00 AMT

Link Curto:

Roddick - Cincy 06 III
O tenista americano Andy Roddick, número 12 do mundo, voltou a jogar bem e não deu chances a Fernando Gonzalez. Na noite deste sábado, o ex-número 1 do mundo soube utilizar bem seu serviço (marcou 12 aces na partida e teve 63% de aproveitamento) para encurralar o chileno e vencer por um duplo 6/3, se garantindo pelo segundo ano consecutivo na decisão do Masters Series de Cincinnati, disputado no estado de Ohio, Estados Unidos.

Esta é a segunda vez consecutiva que o tenista de 23 anos disputa o título do torneio. Em 2005 ele não teve chances diante do número 1 do mundo Roger Federer, derrotado na segunda rodada pelo britânico Andy Murray nesta edição. Todavia, em 2003, melhor ano da carreira do tenista do Texas, ele ganhou o troféu.

Este é seu melhor resultado de uma temporada com muitas contusões e resultados pouco expressivos. Roddick começou o ano como número 3 do mundo, mas despencou para baixo do Top 10, posição que não ocupava desde 2002, após perder na 3ª fase em Wimbledon. Seus melhores resultados eram a final em Indianápolis (perdeu para o compatriota James Blake) e as semi em Queen´s.

Assim como na partida de quartas de final diante de Andy Murray, Roddick começou com apetite na semi. Logo no primeiro game ele pressionou na devoulução, fez bons golpes e contou com alguns erros do chileno, incluindo uma "furada" em seu melhor golpe a direita. O americano quebrou fez 1/0 e fez do saque a amra durante todo o set. Com 69% de aproveitamento e 4 aces, Roddick salvou apenas um break-point para ter tranquilidade e quebrar novamento no nono e último game: 6/3.

Na segunda parcial muito equilíbrio e nenhuma chance de quebra até o oitavo game quando o americano foi pra cima teve três chances e quebrou na segunda após uma dupla-falta do chileno. Gonzalez ficou irritado e quebrou a raquete no chão, levando uma advertência do árbitro. Tanta ira para nada. Com 5/3 no marcador, Andy confirmou sua boa fase no serviço e fechou com outro 6/3.

Roddick correrá atrás de seu primeiro título no ano e 21º caneco em sua 32ª final na carreira. O último troféu foi em outubro de 2005 no carpete de Lyon. Para isso ele terá que bater o espanhol Juan Carlos Ferrero o qual venceu nas duas vezes que jogaram, uma no mesmo torneio do ano passado na segunda rodada.
banner
banner