X
banner

Julho/Agosto - Murray no Olimpo. Federer no topo

Sábado, 22 de dezembro 2012 às 10:40:39 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Daniel Lacerda - Andy Murray, Roger Federer e Serena Williams foram os grandes nomes dos meses de julho e agosto. Murray conquistou o ouro olímpico, Federer foi campeão de Wimbledon e bateu o recorde de semanas no topo do ranking e Serena fez a dobradinha.

Ainda no período, Nadal se afastou com uma lesão no joelho, Bellucci conquistou o título em Gstaad e Guga foi imortalizado no Hall da Fama.

O bimestre começa com Wimbledon e uma zebra que iria trazer consequências para o restante da temporada. Depois de vencer Thomaz Bellucci na estreia, Rafael Nadal foi eliminado pelo desconhecido tcheco Lukas Rosol por 3 sets a 2 ainda na segunda fase. Além da queda precoce, Nadal não voltou mais a atuar em 2012, afastado das quadras com uma lesão no joelho.

Entre os favoritos que avançaram, Federer, Murray e Djokovic chegaram à semifinal. Em uma das partidas, Federer despachou Djoko. Na outra, Murray venceu Tsonga, se emocionou e garantiu um britânico na decisão desde 1936. Na finalíssima, o suíço levou a melhor por 3 sets a 1, com parciais de 4/6 7/5 6/3 e 6/4, recuperou a primeira colocação no ranking e bateu o recorde de semanas como número 1 do mundo, que pertencia a Pete Sampras.

Na chave feminina, Serena Williams começou a recuperar sua condição de melhor jogadora do mundo. Nas quartas de final, ela superou a atual campeã Petra Kvitova, na semifinal passou pela número 1 do mundo Victoria Azarenka e, na decisão, conseguiu derrotar a polonesa Agnieszka Radwanska por 2 sets a 1, com parciais de 6/1 5/7 e 6/2.

Algumas semanas depois, os tenistas voltaram ao All England Club, sem a tradicional cor branca e para representar seus países na Olimpíada. Na chave de simples, Thomaz Bellucci foi eliminado na estreia por Jo-Wilfried Tsonga. Nas duplas, Bellucci e André Sá perderam para os Irmãos Bryan. A outra parceria, formada por Marcelo Melo e Bruno Soares, foi às quartas de final, com direito a uma épica vitória sobre Tomas Berdych e Radek Stepanek por 1/6 6/4 e 24/ 22. Acabaram derrotados por Tsonga e Llodra.

No torneio masculino, Murray enfrentou Novak Djokovic na semifinal e levou a melhor por duplo 7/5. Na outra semi, Federer e Del Potro protagonizaram um jogo de tirar o fôlego, com vitória do suíço por 3/6 7/6 e 19/17. Delpo não saiu de mãos abanando e levou o bronze com vitória sobre Djokovic.

Na grande final, Murray teve uma atuação de gala, irretocável e atropelou Roger Federer por 3 sets a 0, com parciais de 6/2 6/1 e 6/4. Emocionado, o britânico pôde comemorar a conquista em casa com o lugar mais alto do pódio.

Na chave feminina, o torneio foi de uma jogadora só. Serena Williams foi soberana, perdeu apenas 20 games nas seis partidas do torneio e não cedeu mais do que três games em sequência para Caroline Wozniacki, Victoria Azarenka e Maria Sharapova. Na final diante da russa, uma vitória esmagadora por 6/0 e 6/1.

Ainda no bimestre, Thomaz Bellucci começou uma ótima sequência de resultados com o título do Challenger de Braunschweig, na Alemanha. Na decisão, ele passou pelo alemão Tobias Kamke por 7/6 e 6/3. No torneio seguinte, o paulista foi à semifinal em Stuttgart, mas acabou derrotado por Janko Tipsarevic. O troco veio em Gstaad, na sequência, quando Thomaz ergueu seu terceiro título do circuito da ATP justamente ao derrotar o sérvio por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 6/4 e 6/2.

O bimestre teve ainda dois Masters 1000. Em Toronto, Novak Djokovic derrotou Richard Gasquet na decisão por 6/3 e 6/2 e se recuperou da decepção na Olimpíada. Na sequência, Roger Federer foi campeão em Cincinnati, ao anotar 6/0 e 7/6 em Djoko.

Para encerrar, Gustavo Kuerten foi imortalizado no Hall da Fama do tênis, em evento tradicionalmente realizado durante o ATP de Newport. Guga foi bastante festejado durante a cerimônia, levou a filhinha junto com ele e escreveu definitivamente o seu nome entre os maiores de todos os tempos.

Veja os campeões do bimestre

Masculino
Wimbledon: Roger Federer (SUI)
Newport: John Isner (EUA)
Stuttgart: Janko Tipsarevic (SRB)
Bastad: David Ferrer (ESP)
Umag: Marin Cilic (CRO)
Hamburgo: Juan Monaco (ARG)
Atlanta: Andy Roddick (EUA)
Gstaad: Thomaz Bellucci (BRA)
Los Angeles: Sam Querrey (EUA)
Kitzbuhel: Robin Haase (HOL)
Olimpíada de Londres: Andy Murray (GBR)
Washington: Alexandr Dolgopolov (UCR)
Toronto: Novak Djokovic (SRB)
Cincinnati: Roger Federer (SUI)
Winston-Salem: John Isner (EUA)

Feminino

Wimbledon: Serena Williams (EUA)
Stanford: Serena Williams (EUA)
Palermo: Sara Errani (ITA)
Carlsbad: Dominika Cibulkova (SVQ)
Bastad: Polona Hercog (SLO)
Baku: Bojana Jovanovski (SRB)
Jogos Olímpicos de Londres: Serena Williams (EUA)
Washington: Magdalena Rybarikova (SVQ)
Montreal: Petra Kvitova (CZE)
Cincinnati: Na Li (CHN)
New Haven: Petra Kvitova (CZE)
Dallas: Roberta Vinci (ITA)
banner
banner