X
banner

Federer se diz feliz por fazer parte de uma geração de transição

Sábado, 15 de dezembro 2012 às 10:36:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Roger Federer já está em Bogota, capital da Colômbia. E em entrevista coletiva, Federer afirmou que se sente feliz com a geração na qual jogou, pois ele faz parte do “time” da geração de transição que enfrentou Andre Agassi, Pete Sampras, Rafael Nadal e Novak Djokovic.

"Seguramente se não tivesse jogado com Rafael Nadal ou Novak Djokovic estaria jogando com outros similares a eles. Mas realmente joguei uma geração de transição, porque cheguei a jogar a parte final de Sampras e ainda estou ativo”, comentou em coletiva de imprensa na cidade de Bogotá. "Talvez tivesse sido bom jogar a época de Rod Laver que era muito bonita. Sem dúvida, estou contente por jogar nesta geração de jogadores “super fortes”, porque há mais, completou físico, é mais visceral e profissional, por isto estou contente pela geração em que nasci", completou

“Há uns oito anos meu objetivo segue sendo ganhar os grandes torneios, os menores e os cinco ou seis mais importantes”, disse Federer falando de motivação.

O suíço está em Bogotá para realizar a última etapa de sua gira sul-americana. Lá, Roger enfrentará o francês Jo-Wilfried Tsonga, 8 do mundo. Ainda na exibição a eslovaca Daniela Hantuchova e a tcheca Andrea Andrea Hlavackova formarão a dupla que desafiará os colombianos Alejandro Falla e Santiago Giraldo.

Com informações: Agência EFE
banner
banner