X

Federer encontrará Cristina Kirchner e diz que Delpo pode ser número 1

Terça, 11 de dezembro 2012 às 15:07:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Depois de seis dias de compromissos no Brasil e um de turismo, o suíço Roger Federer já está na Argentina para cumprir a segunda parte de sua gira sul-americana. Em terras 'hermanas' Roger fará duas partidas contra Juan Martín Del Potro e se encontrará com a presidente do país Cristina Kirchner.

Sobre o encontro com a autoridade máxima do páis, Federer disse em coletiva de imprensa: "Sinto-me honrado e surpreso e ansioso para me reunir com a Presidente. Isso não me contece todos os dias".

Perguntado sobre seu adversário, Federer disse: "Se Juan Martín foi número quatro do mundo pode ser número um". Roger ainda comentou a escolha de fazer o tour: "Não tie dúvidas de vir jogar com Del Potro. Todos viajam para me ver e agora eu viajei pra cá".

Delpo por sua vez disse que é uma honra receber o "maior jogador da história" e foi retrucado por Federer: "Juan Martín é um embaixador do tênis argentino".
banner
banner