X
banner

Robredo se sente jovem e quer voltar ao top 20

Segunda, 10 de dezembro 2012 às 17:15:44 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Ariane Ferreira - O ex-top 5 e atual 114 do mundo, Tommy Robredo, participou da última data da Gillette Federer Tour em São Paulo. O tenista espanhol perdeu sua partida diante do brasileiro Thomaz Bellucci, mas mostrou-se motivado para voltar à lista dos 20 melhores do ranking em 2013.

Robredo, que sofreu de uma grave lesão no joelho direito viu-se obrigado a fazer uma cirurgia em fevereiro deste ano, segue firme no propósito de voltar a figurar entre os melhores tenistas do mundo. O espanhol ficou sete meses afastado das quadras e quando optou por voltar, decidiu encarar o circuito de baixo pra cima disputando torneios da categoria challenger: “optei por jogar torneios menores porque pensamos que era a melhor maneira, podia jogar como convidados (nos torneios ATP), mas preferimos assim para que eu pudesse ficar em forma (ritmo de jogo) e ver como eu estaria”, disse

A ideia, segundo Tommy, era se preparar para a temporada 2013, estando bem, o espanhol poderá fazer boas campanhas no inicio da próxima temporada para subir no ranking e “quem sabe ficar no top 50 já antes de Monte Carlo”, contou.

A programação inicial do tenista já está feita. “Jogarei Brisbane, Sidney, Melbourne e depois toda a gira sul-americana, Chile (Viña Del Mar), Brasil, Buenos Aires (Argentina) e Acapulco (México)”, revelou.

Como principal objetivo para 2013, Robredo, campeão do Brasil Open 2009, quer chegar ao top 20, “que é um lugar onde sempre estive durante boa parte de minha carreira”, disse.

Sobre ser mais um tenista considerado veterano aos 30 anos, Robredo diz se sentir jovem: “A gente de trinta é a maioria do circuito, depois do que passei me sinto jovem outra vez, então o plano é jogar este ano e ver como me porto”, afirmou não querendo tocar no assunto “retirada”.

Robredo possui 10 títulos de torneios ATP, dentre eles uma Masters Cup, hoje Masters 1000, em Hamburgo, na Alemanha, em 2006. Tommy foi o quinto melhor do mundo em 2005, ano em que curiosamente não conquistou nenhum título e fez a final no ATP de Estoril, Portugal, onde perdeu para o argentino Gastón Gaudio, e fez quartas de final em Roland Garros, onde caiu diante do russo Nikolay Davydenko.

Este ano Robredo participou de sete torneios, venceu os challengers italianos de Caltanissetta e Milão, além das finais dos challengers de Genova, na Itália, e Sevilla, na Espanha. Em torneio ATP, sua melhor campanha foi no ATP 250 de Bastad, onfr perdeu nas quartas de final para o compatriota David Ferrer.
banner
banner