X

Murray: ''Sempre sonhei ganhar do Federer. Quando acontece, é especial''

Quinta, 17 de agosto 2006 às 02:45:21 AMT

Link Curto:

Andy Murray II
Após uma vitória sensacional contra Roger Federer no Master Series de Cincinnati, Andy Murray disse que está progredindo para ser o melhor de todos e tirar o numero 1 do suiço. O tenista de 19 anos venceu em sets diretos por sets diretos com 7/5 6/4 contra o vencedorde 8 Grand Slams e pôs fim as esperanças de Federer de alcançar o recorde de 18 finais seguidas, que pertence a Ivan Lendl´s.

Murray revelou que o técnico Brad Gilbert foi um dos fatores que o fizeram obter seu triunfo mais expressivo: "Ele acreditou em mim e eu nele. Usamos a tática certa na partida", disse o britânico. "Ter Brad ao meu lado é especial. Não há muitas pessoas como ele. Ele é definitivamente um dos melhores técnicos do mundo" e acrescentou : "Ele ficou do meu lado com pensamento positivo o tempo todo. Ele acredita 100% que posso me tornar o numero 1 e ganhar um Grand Slam".

Desde que se juntou a Gilbert ( que ajudou tanto Andre Agassi quanto Andy Roddick a obter sucesso em Grand Slams), no começo do mês, Murray foi vice-campeão em Washington e chegou às semifinais em Toronto, na última semana. O atual número 21 do ranking admitiu, depois de vencer na 1ª rodada contra Tim Henman, que este último triunfo o deixou atordoado: "Não esperava ganhar, mas acho que provei pra muitas pessoas que posso ser um bom jogador e tenho a possibilidade até de ser um ótimo tenista", Murray continuou :"Não acho que Federer jogou seu melhor tênis, mas fez um grande esforço para me ganhar"

"Eu estava ficando cansado no 2/2 do 2º set e tive uma longa partida contra Tim, na terça, estava calor também e obviamente que estava um pouco nervoso. Mas é algo que sempre sonhei, ganhar de um cara como Federer e é especial quando isso acontece". Enquanto isso o suiço disse não estar desapontado por não ter conseguido a chance de quebrar o recorde de Lendl´s ocorrido na temporada 1981-82.

"Não estou desapontado", ele disse. "Não há razão para isso até venho de uma cansativa temporada. É claro que sempre espero perder o mínimo possível. Quando isso acontece, por que ficar desapontado se ganhei 90% das minhas partidas esse ano"?, indagou.

O tenista de 25 anos acredita no sucesso de Murray na competição desta semana: "Ele pode manter o nível. Acho que ele está jogando bem, mas ainda tem que melhorar alguns aspectos", acrescentou o número 1. "Ele jogou uma boa partida. Jovens tenistas jogam bem um dia. Se ele jogar bem a semana toda aí já é outra questão".
banner
banner