X

Murray derruba Federer e quebra sequência de 55 vitórias do suíço

Quarta, 16 de agosto 2006 às 17:05:05 AMT

Link Curto:

Andy Murray - Wimbledon
Foram 55 jogos sem derrota na América do Norte até esta quarta-feira quando o jovem britânico Andy Murray, 21º do ranking e de apenas 19 anos contemplou sua maior vitória da carreira, derrubando o número 1 do mundo Roger Federer por 7/5 6/4 em jogo válido pela segunda rodada do Masters Series de Cincinnati, EUA. O suíço, atual campeão em Cincinnati, novamente não foi bem na partida principalmente no saque.

Federer não perdia um jogo no eixo Estados Unidos-Canadá (não atuou no México) há extamente dois anos, desde o próprio torneio em Mason, Ohio, quando caiu diante do eslovaco Dominik Hrbaty na estréia. De lá para cá ele conquistou os troféus no US Open e Masters Cup (Houston) em 2004, Masters Series Indian Wells, Miami, Cincinnati e de novo US Open em 2005. Por fim venceu em Indian Wells, Miami e Toronto neste ano.

Ao todo ele carregou uma sequência de 56 triunfos barrada por um britânico que vem evoluindo nesta temporada onde faturou seu primeiro título (San Jose) e no último mês começou o trabalho com o americano Brad Gilbert, que levou Andre Agassi e Andy Roddick ao número 1 do ranking.

Ano passado, Federer optou por não jogar em Montreal para descansar e fazer uma boa campanha em Cincinnati. Nesta temporada ele jogou no Canadá, foi o campeão, mas já na primeira fase demonstrou que não se sentia a vonta em quadra. Por pouco não caiu diante do tailandês Paradorn Srichaphan, vencendo no detalhe com 7/5 6/4.

Diante de Murray um confronto muito esperado em que a falta de eficiência no serviço foi o fator determinante. O escocês sempre esteve no comando da partida, mas a todo momento cedia o empate a Roger. No primeiro set foram quatro quebras de Murray e três de Federer. Andy chegou a servir 5/4, mas levou o empate e em seguida fechou 7/5. Na segunda parcial novamente a situação se repetiu. Murray se mantinha na frente, mas logo Federer empatava. Por fim no décimo game, o jovem botou o saque pra funcionar e liquidou a hegmonia do suíço.

Esta é a primeira derrota de Federer nesta temporada sem ser para o espanhol Rafael Nadal, número dois do mundo. Ele havia caído em quatro oportunidades diante do tenista de Manacor, Palma de Mallorca, todas em finais. É também a primeira vez que ele não chega a uma decisão de torneios desde quando perdeu para o próprio Nadal nas semi de Roland Garros em 2005. Ao todo ele mantinha uma escrita de 17 decisões consecutivas.

Murray terá pela frente nas oitavas de final o vencedor do americano Robby Ginepri e o russo Dmitry Tursunov.
banner
banner