X

Nalbandian fará calendário 2013 após definição do piso da Davis

Terça, 20 de novembro 2012 às 11:05:56 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
David Nalbandian, 81 do mundo, conversou com a equipe da Canchallena, revista de esportes do jornal La Nación, e afirmou que definirá seu calendário para 2013 após definição do piso para a primeira fase da Copa Davis em que a Argentina que receberá a Alemanha.

Nalbandian jogou sua última partida este ano no torneio de Winston-Salem, nos Estados Unidos, onde foi derrotado pelo ucraniano Alexandr Dolgopolov. Desde então, tem sofrido com uma lesão no abdômen, que o retirou da semifinal da Copa Davis diante da República Tcheca, na Argentina. "A recuperação foi muito mais lenta do que esperávamos e não chegamos a tempo para a Davis, que era o mais importante", contou. Sem jogar a competição entre países, David optou por encerrar a temporada e dedicar-se a recuperação.

O time argentino enfrentou muitos problemas internos durante a disputas da semifinal, sobre isso Nalbandian comentou: "Conversei com (Martin) Jaite (capitão da equipe) e ele sabe meu ponto de vista", mas não quis dissertar sobre os problemas de relacionamento entre Juan Martín Del Potro e os demais da equipe. O tenista de Córdoba, disse ainda que já conversou com o capitão e está à disposição da equipe.

Para Nalbandian, o piso para a disputa da Davis tem que ser "o melhor em que se possa vencer", mas aposta em piso rápido. Entretanto, antes de definir, o capitão Jaite tem que conversar com Juan Martín Del Potro e Juan Mónaco, outros membros da equipe. Se a Argentina escolher piso duro, Nalbandian irá disputar o Australian Open e os torneios prévios, caso seja escolhido o saibro jogará a "gira sulamericana".

O tenista ainda comentou a final da Davis 2012, na qual a Rep. Tcheca saiu campeã. Para David, os tchecos provaram que tudo é possível, já que "não há muitas equipes capazes de ganhar somente com dois jogadores".

Perguntado se vê possível conseguir o mesmo que o veterano Radek Stepanek, de 34 anos, que deu o ponto crucial aos tchecos, Nalbandian, de 31 anos, afirmou "é uma ideia que vejo muito distante neste momento" e pontuou que acredita em uma vitória da Argentina no torneio em 2013.
banner
banner