X

Bogotá compra ATP de Los Angeles. Só falta aval da ATP

Segunda, 19 de novembro 2012 às 13:07:49 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Os proprietários dos direitos da data do ATP de Los Angeles decidiram vencer o evento para um grupo de investidores de Bogotá, na Colômbia, que foi a única empresa a enviar proposta. A venda deve ser concluída até o final deste ano só dependendo do aval da ATP.

"Nunca pensei que iria chegar a um ponto onde não havia ofertas para manter um torneio em Los Angeles. Isso foi uma grande surpresa", desafabou Bob Kramer, diretor do torneio. O torneio californiano foi vendido em razão da falta de patrocínio.

O torneio é de posse da Associação de Tênis do Sul da Califórnia, membro da USTA (Associação de Tênis dos Estados Unidos), e foi oferecido à administração do Masters de Indian Wells, que afirmou ao mesmo portal que não tinha possibilidades de igualar a oferta feita pelos colombianos.

"Estivemos em recessão e estamos em um período em que os Estados Unidos não está produzindo novos campeões, e também estamos em um periodo onde jogadores não participam de eventos americanos em vários níveis", contou Kramer, que citou outros eventos norte-americanos tradicionais que foram fadados ao encerramento de suas atividades, dentre eles Indianápolis e Dallas.

De acordo com Kramer, nos últimos quatro anos foram investidos US$ 3 milhões para manter o torneio já que a federação não queria vendê-lo, mas os investidores colombianos enviaram propostas e eles decidiram aceitar.

Os diretores do torneio apontam que fora os Masters Indian Wells, Miami e Cincinnati, os "Big Four", quatro principais tenistas do ranking (Novak Djokovic, Roger Federer, Andy Murray e Rafael Nadal), não estão dispostos a jogar os torneios menores nos Estados Unidos, como a geração anterior fazia. Nela estavam Pete Sampras e Andre Agassi.

"Este ponto é crucial, um conjunto de mudanças levou o circuito a ter como base os torneios europeus", apontou Kramer, que revelou que é complicado trazer importantes tenistas aos torneios, já que eles pedem quantias próximas a US$ 1 milhão por jogador para jogar os torneios.

A Associação dos Tenistas Profissionais, a ATP, ainda tem que aprovar a venda do torneio, que em 2013 será disputado no fim de julho, mas pode passar para outra data de 2014, dependendo da reestruturação do calendário da ATP.
banner
banner