X

Fadiga e Recuperação - o fim da temporada

Quarta, 14 de novembro 2012 às 12:04:01 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Gilbert Bang, médico do time brasileiro da Copa Davis - Fadiga combina com fim de temporada, época que vivemos neste momento, mas ela será sua companheira ao longo do ano caso seu planejamento não leve em consideração a importância da recuperação.

A sensação de cansaço físico e mental representa o mau funcionamento dos sistemas orgânicos. O resultado pode ser, por exemplo, maior incidência de erros, de precisão dos golpes, queda no rendimento e perda de autocontrole e autoconfiança.

A fadiga está ligada a cinco causas principais:

1. metabólica: conforme as reservas energéticas;
2. neurológica periférica: de acordo com o funcionamento dos músculos e do sistema nervoso periférico (nervos);
3. neurológica central: referente ao sistema nervoso central e capacidades mentais;
4. psicológica: relacionada a fatores emocionais, pessoais, sociais;
5. ambiental: ligada ao fato das constantes viagens e mudanças de fuso, altitude, piso, etc.

Os cuidados nutricionais incluindo a hidratação e suplementação, planejamento de treinos e calendários de competições, atividades de prevenção de lesões são algumas intervenções praticadas pela maioria dos atletas. O acompanhamento psicológico é menos comum e o repouso é um dos pontos mais neglicenciados.

Há muitos juvenis jogando torneios quase todos os finais de semana; juvenis em transição treinando acima dos limites além de fazer uma sequência longa de torneios; profissionais sem programação de treinamento durante os dias de torneio. Quanto maior o ranking, maior a exigência não apenas física, mas a pressão por resultados se torna mais um inimigo a ser encarado.

A fadiga pode se manifestar a qualquer momento. Fique atento aos primeiros sinais de queda de rendimento.

As férias estão chegando! Deixe o Tênis um pouco de lado e aproveite o precioso tempo com atividades familiares, sociais, culturais e descanse!

Sobre Dr. Gilbert Bang

Gilbert Bang é médico fisiatra, mestre em Ortopedia e Traumatologia, médico do Centro de Reabilitação do Hospital Albert Einstein (SP), membro da Society for Tennis Medicine and Science (STMS). Bang também é Médico da Equipe Brasileira da Copa Davis, do Núcleo de Ciências Aplicadas ao Tênis e do Departamento de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Tênis.

Fale com o Bang: gilbertbang@hotmail.com
banner
banner