X

Murray lamenta queda, mas aprova melhor ano da carreira

Domingo, 11 de novembro 2012 às 21:29:32 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Andy Murray, número três do mundo, lamentou a derrota por 7/6 (7/5) 6/2 diante de Roger Federer na semifinal do ATP World Finals de Londres, Inglaterra, torneio que reúne os oito melhores do ano. Mais uma vez o britânico falhou em chegar na final em casa.

Murray chegou a começar bem, abriu 4/2, mas permitiu o empate e a vitória de Federer no tie-break: "Comecei muito bem, indo pros golpes, agressivo desde a devolução. A partir daí Federer passou a sacar melhor, eu não consegui devolver tão bem, ele devolveu a quebra. Consegui ficar no jogo até o fim do primeiro set", disse Murray que deu crédito ao suíço.

"Ele jogou bem. Não foi uma partida de alto nível na duração dos pontos, com vários rápidos. Depois que o Federer ficou a frente com um set, foi difícil pará-lo. Ele passa a jogar melhor e melhor quando acorda. Acabei dando uma vantagem a ele".

O escocês vibrou com sua temporada e afirmou que fez o melhor ano da carreira. Ele foi campeão do US Open e da Olimpíada: "Foi um ano incrivelmente positivo. Adoraria ter fechado com um título, mas não deu. Mas este foi de longe o melhor ano de minha carreira".
banner
banner