X

Murray perde match point e leva incrível virada de qualifier em Paris

Quinta, 01 de novembro 2012 às 13:50:14 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
A zebra continua passeando solta em Paris. Em uma virada incrível, o jovem Jerzy Janowicz, número 69 do ranking e que veio do quali, derrotou o britânico Andy Murray por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7/4) e 6/2, em 2h25min. O número 3 do mundo chegou a sacar para o jogo e desperdiçou match point, antes de sofrer a inesperada derrota.

Leia Mais:
Murray lamenta chance perdida e diz: 'Ele é imprevisível'
Algoz de Murray vibra com feito: 'É o dia mais incrível de minha vida'

No início do jogo, Janowicz mostrou sua principal credencial: o potente saque. Com 2,03m de altura, ele abusou da força no serviço e encaixou inúmeros aces no início da partida. Apesar disso, Murray parecia não se intimidar e conseguia manter seu saque sem grandes sustos.

No 11º game, veio a grande chance para o britânico. Ele chegou ao break point e recebeu a quebra de bandeja, após dupla-falta do polonês. No game seguinte, Janowicz mostrou personalidade, incomodou, mas o tenista da Escócia fechou por 7 a 5.

NO segundo set, Janowicz vinha encontrando mais dificuldades com o serviço. Murray conseguiu melhorar a devolução e a quebra veio no sétimo game, com uma devolução de primeiro saque espetacular.

O que parecia encaminhado, no entanto, virou um suplício para Murray. Ele sacou para o jogo no décimo game, chegou a ter um match point, mas não aproveitou. Janowicz se animou, ficou sólido e esperou os erros do rival para devolver a quebra e conquistar a sua primeira na partida.

Com ânimo renovado, ele soltou o braço no saque e levou a definição para o tie-break. No desempate, Janowicz mostrou coragem e se impôs com 7 a 4, empatando o jogo.

No terceiro set, Janowicz conseguiu a quebra no terceiro game com um winner de devolução cruzado. Solto, ele quebrou de novo com nova pancada de devolução e abriu 5 a 1. Na hora de fechar, ele se enrolou, salvou break point, mas não segurou o braço e fechou com uma paralela de direita.

Após fechar a partida, o polonês se jogou no chão e se emocionou. Ele agora espera o vencedor do duelo entre o sérvio Janko Tipsarevic e o argentino Juan Monaco para saber seu rival nas quartas de final.

Murray, por sua vez, se prepara para o ATP Finals, semana que vem, em Londres. Ele já está classificado para a competição que reúne os oito melhores da temporada.
banner
banner