X

Nadal bate freguês, vai à semi e atinge 40ª vitória consecutiva em Mônaco

Sexta, 20 de abril 2012 às 12:31:25 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Rafael Nadal, número dois do mundo, segue firme rumo ao octacampeonato em Monte Carlo. Nesta manhã de sexta-feira o espanhol realizou uma ótima exibição e se garantiu na semifinal do Masters 1000, disputado nas quadras de saibro de Mônaco, onde é o atual campeão.

Leia Mais:
Nadal celebra atuação e vaga na semi



O espanhol de Manacor precisou de 1h45min para derrotar o suíço Stanislas Warinka, número 26 do mundo, por 2 sets a 0 com parciais de 7/5 e 6/4. Esta foi sua 40ª vitória seguida no torneio. Com mais um triunfo ele igualará o sueco Bjorn Borg e se tornará o maior vencedor de forma consecutiva em um torneio. O sueco o fez em Wimbledon onde foi pentacampeão entre 1976 e 1980 perdendo na final em 1981.

Com a vitória sobre Wawrinka, a oitava consecutiva no duelo particular entre ambos, Nadal pega na semifinal Gilles Simon, 15º colocado, que derrotou Jo Tsonga, quinto do ranking, por 7/5 6/4. Será o sexto jogo entre os dois. Nadal venceu quatro. Ambos nunca jogaram no piso lento.

O Jogo - Na primeira parcial, Nadal começou quebrando o saque de Wawrinka logo no primeiro game de jogo, a partir daí o espanhol passou a dominar a partida. Ambos os tenistas executavam longas trocas de bola, até que oitavo game o suíço achou uma brecha no jogo do atual heptacampeão de Monte Carlo, e devolveu a quebra de saque, ganhando moral e voltando para a partida.

Wawrinka era melhor no jogo, quando teve o seu saque quebrado pela segunda vez na partida, no décimo primeiro game de jogo, após três erros não-forçados consecutivos. Na sequencia, após algumas complicações, Nadal realizou um bom saque e fechou o 1° set em 7/5 após exatos 60 minutos.

No segundo set, o filme se repetiu. Nadal começou quebrando o serviço de Wawrinka logo no primeiro game da segunda parcial. Mais confiante Nadal, agora, comandava os pontos no fundo de quadra. Pelo outro lado. Wawrinka começava a cometer muitos erros não-forçados, o que não vinha acontecendo na primeira parcial.

Sem mais quebras, Nadal foi se aproximando da sua 40ª vitória consecutiva no torneio. Sem forças para reagir, Wawrinka ainda aplicou alguns aces, mas nada que assustasse o atual campeão de Monte Carlo. No final, Nadal fechou o segundo set em 6/4 após 45 minutos.
banner
banner