X

Capitão da Rússia teme o Brasil e torce por presença de Youzhny e Davydenko

Quinta, 12 de abril 2012 às 13:32:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
Por Fabrizio Gallas - Shamil Tarpischev, capitão da Rússia na Copa Davis, concedeu entrevista ao Tênis News via email. Ele lamentou o sorteio em que seu país viajará ao Brasil para nos enfrentar em setembro na busca para permanecer no Grupo Mundial.

"Foi o pior sorteio que poderíamos imaginar. Importante é que não jogaremos em casa. Má sorte. Tivemos muitos problemas para vencer o Brasil no ano passado", taxou Tarpischev que lembrou da suada vitória por 3 a 2 contra o Brasil em Kazan, na Rússia, no ano passado. No quarto jogo, Thomaz Bellucci teve match-point para levar nosso país ao Grupo Mundial, mas Mikhail Youzhny conseguiu a virada e Dmitry Tursunov os classificou derrotando Ricardo Mello.

Tarpischev planeja chegar cedo ao Brasil já pensando no saibro, piso que deve ser escolhido por nós: "O importante é a aclimatização. Temos chances de vencer no saibro (tenho certeza que o Brasil escolherá o saibro) se formos com nossos melhores jogadores - Nikolay Davydenko e Mikhail Youzhny. Caso eles não compareçam, teremos remotas chances".

Davydenko e Youzhny já figuraram no top 10 e hoje se encontram em altos e baixos, mas entre os 40 melhores do mundo. Na última eliminatória, nma estreia do Grupo Mundial este ano, chegaram em condições deficientes para o duelo contra a Áustria e só jogaram duplas. Os russos perderam por 3 a 2. No ano passado contra o Brasil, apenas Youzhny foi.
banner
banner