X

Com foco no top 100, Rogerinho disputa Challenger em Santos

Sexta, 30 de março 2012 às 15:34:16 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O paulista Rogério Dutra Silva, 117° colocado da ATP, confirmou a presença no Challenger de Santos, competição que acontece entre os dias 14 e 22 de abril, no saibro do tradicional Tênis Clube de Santos e que distribui US$ 50 mil em prêmios, além de pontos para o ranking mundial.

Medalhista nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, o paulista Rogério Dutra Silva disputa o Campeonato Internacional de Tênis de Santos com expectativa de bons jogos. "A expectativa pro Challenger é muito boa. Vai ser minha primeira vez no torneio, mas sei que é um evento bem organizado e espero fazer uma semana muito boa. Já joguei na cidade e me sinto muito bem lá", disse o atual 117º melhor da ATP, e detentor de cinco títulos em torneios da série Challenger, sendo dois em simples e três em duplas.

A motivação de Rogerinho se dá devido à temporada de 2011 – a melhor de sua carreira -, quando chegou à 109ª posição do ranking mundial, alcançou a segunda rodada de seu primeiro Grand Slam, o US Open, após entrar na chave como lucky loser e ainda, no Pan de Guadalajara, faturou medalha de prata em simples e de bronze em duplas mistas, com Ana Clara Duarte.

"A temporada passada foi muito boa, com conquistas muito importantes pra minha carreira, como Copa Davis, US Open e as medalhas no Pan. Em 2012, a meta é me consolidar ao máximo para entrar entre os 100 [melhores da ATP]", contou o pupilo de Larri Passos, revelando ainda a programação do calendário. "Agora disputo os Challengers do Brasil e depois vou pro saibro europeu, misturando Challengers e ATPs", completou o tenista de 28 anos de idade.

Atletas de 11 Países – A lista do Campeonato Internacional de Tênis de Santos 2012 divulgada nesta semana pela ATP traz representantes da Eslovênia, Argentina, Chile, Austrália, Sérvia, República Tcheca, Portugal, Uruguai, Colômbia e Itália. Pelo Brasil, além de Dutra Silva, estarão Ricardo Mello (129º), Júlio Silva (149º), Thiago Alves (163º) e Guilherme Clezar (283º).

banner
banner