X

Bia Maia disputará Roland Garros e Wimbledon no juvenil

Quinta, 29 de março 2012 às 17:05:13 AMT

Link Curto:

Tênis Profissional
O ranking desta semana mostrou uma nova realidade para a juvenil Bia Haddad Maia. A tenista do Instituto Larri Passos (CBT /Correios), aparece em 18° lugar no ranking da ITF Juniors. Além de ser o seu melhor ranking na carreira, a paulista de 15 anos pode dar um salto ainda maior por ter a vantagem de entrar direto nas chaves dos principais torneios do mundo e, em alguns, até como cabeça de chave.

“Sei que é uma grande conquista, mas fico muito mais feliz com toda a bagagem que ganhei nesse último ano. Estou mais madura em todos os sentidos. Estou mais profissional, mais forte fisicamente e principalmente no emocional. Hoje entro na quadra acreditando que tenho jogo para ganhar das mais fortes”, analisou Bia Maia.

“O ranking pode favorecer o nosso calendário e a vantagem de estar perto das melhores jogadoras do circuito, mas sempre digo pra ela que tudo isso é resultado do trabalho que vem sendo feito. Sem trabalho não há performance e a Bia é muito consciente e profissional para não se deslumbrar fácil”, comentou Roberto Carvalho, técnico do Instituto Larri Passos e CBT, que acompanha a jogadora desde o ano passado.

No início de 2011, Bia aparecia como 615 do ranking juvenil. Precisava disputar os qualificatórios para tentar um lugar na chave. Conseguiu entrar em Roland Garros e a melhor atuação foi em Wimbledon, quando furou o quali e parou na segunda rodada. Nesse processo de evolução no ano passado, a canhota de 1,84 de altura teve os resultados mais surpreendentes no circuito profissional. Fez a final de um future de U$10 mil em São Paulo e foi vice-campeã na disputa contra Maria Fernanda Alves. O primeiro título profissional na carreira veio logo em seguida, em Goiânia (future de U$10 mil), ao derrotar a portuguesa Barbara Luz por 6-2, 6-0.

Em 2012, Bia começou o ano entre as 80 melhores juvenis do mundo e na 686a. colocação no ranking WTA. Para ganhar ainda mais experiência, foi convocada pela primeira vez para a disputa da Fed Cup, no final de janeiro, em Curitiba/PR. Nas últimas semanas, a atleta que conta com o apoio da parceria entre Gustavo Kuerten, Larri Passos, CBT e Ministério dos Esportes para a Olimpíada de 2016, chegou em três finais das quatro competições que participou no circuito juvenil: no Uruguai, Paraguai, e semana passada em Porto Alegre/RS, na Copa Gerdau, um dos nove maiores torneios do mundo, categoria Grade A. Apenas no Banana Bowl, em Itajaí/SC, Bia sentiu o cansaço e perdeu na primeira rodada.

Na próxima semana, Bia dá uma pausa nos torneios juvenis e volta as atenções para o Future de Ribeirão Preto/SP, com premiação de U$10 mil, único torneio profissional do semestre. O calendário da jogadora mostra uma temporada totalmente voltada para os torneios juniores na Europa. A partir de maio, vai disputar Bonfiglio/Itália (21/05), Astrid Bowl/Bélgica (28/05), Roland Garros/França (03/06), Offenbach/ Alemanha (12/06), Gerry Weber/Alemanha (19/06) e encerra a turnê em Wimbledon (03/07).
banner
banner